segunda-feira, 6 de janeiro de 2020

Top 15 Animes de 2019!!!


Fala pessoal, estou aqui trazendo o que foram, para mim, os melhores animes de 2019. Esse ano novamente eu volto com 15 animes, o que em um ano com mais de 120 animes para a TV, escolher 15 não é um absurdo. Algumas considerações para o TOP:

- Curtas não entraram na lista;
- Continuações entraram, mas se alguma que você achou muito boa não aparecer, pode ser porque eu não pude ver o anime, porque não vi os anteriores;
- Animes que terminaram em 2019, ou seja, animes que começaram em 2018 mas ainda não terminaram não entram na conta, e animes que começaram em 2018 e terminaram em 2019 entram.

Lembrando que essa é a minha opinião, para uma opinião geral, está rolando o In Anime We Trust/END/Junk Box Awards, aonde dentre as varias perguntas, tem a pergunta de melhor anime do ano!!

É isso, vou deixar o link pros Tops de cada temporada, se você ver uma diferença na ordem dos animes aqui e lá, por exemplo, lá x apareceu antes de y, e aqui o inverso, é porque agora, depois de um tempo, eu pensei melhor sobre os animes e mudei minha opinião.

- Top 10 Animes da Temporada de Inverno (Janeiro) de 2019: Link

- Top 5 Animes da Temporada de Primavera (Abril) de 2019: Link

- Top 10 Animes da Temporada de Verão (Julho) de 2019: Link

- Top 10 Animes da Temporada de Outono (Outubro) de 2019: Link

É isso, fiquem com o Top, e deixem o de vocês nos comentários!!!

15º - Dororo

Informações:
Tipo: TV
Fonte: Manga
N° De Episódios: 24
Duração: 24 minutos
Gêneros: Ação, Aventura, Sobrenatural
Estúdio: MAPPA (Zankyou no Terror, Kakegurui), Tezuka Productions (Dagashi Kashi 2, Young Black Jack)
Diretor: Kazuhiro Furuhashi (Shoukoku no Altair, Hunter x Hunter (99))
PVs: PV1PV2PV3PV4
My Anime List: Link

Sinopse: Hyakkimaru é um garoto que teve retirado do corpo 48 partes por 48 demônios, graças a um pacto feito por seu pai. Como um peso morto, foi abandonado e encontrado por um médico que, vendo que ele era especial cuidou dele e lhe fez próteses para as partes do corpo que faltavam. Constantemente perseguido por demônios, ele sai de casa e, com espadas ligadas aos braços, sai a procura destes 48 demônios, pois cada um que derrotar, terá uma parte do corpo de volta. E é durante esta viagem que ele conhece Dororo, um pequeno ladrão que ele salva e este decidi segui-lo, pois estava interessado na espada que Hyakkimaru possui. Seguimos os passos destes dois, enfrentando demônios, salvando pessoas e construindo uma bela amizade.

Comentários: Um clássico inacabado do Tezuka ganhando uma readaptação que eu diria ter feito jus ao nome dele, mesmo com alguns problemas aqui e ali. É um anime de altos e baixos, sendo os primeiros episódios muito bons, uma metade mais ou menos, e terminando novamente no topo.

A história em si é interessante mas simples, é o Hyakimmaru matando demônios e pegando partes do corpo de volta, o que é mais interessante são as sub-histórias, que eles vão encontrando e lidando no caminho, além de ser desenvolvido um plot maior envolvendo os pais dele. Dororo por sinal é um personagem mais interessante do que eu esperava, não é uma criança irritante ou qualquer coisa do gênero.

O anime aborda temas bem pesados, como guerra, morte, e outros, de uma maneira até crua mas profunda. Um dos arcos, nos primeiros episódios, chocou muita gente e, para mim e tantos outros, foi o ápice do anime.

Pro final ele começa a discutir mais o tema do Hyakkimaru ter que recuperar as partes para ser humano, e como isso afeta outras coisas, trata sobre egoismo, temas mais profundos, porém, o final deixou a desejar, não a parte de ação, isso o anime nunca deixou a desejar, mas sim como tratou os temas e a sua conclusão, senti que foi tratado a fundo um assunto para depois ele ser meio que descartado.

Mas, no geral, é um ótimo anime de ação tratando de temas mais pesados e desenvolvendo os personagens muito bem.

Nota: 8/10

14º - Africa no Salaryman

Informações:
Tipo: TV
Fonte: Manga
N° De Episódios: 12
Duração: 24 minutos
Gêneros: Slice of Life, Comédia
Estúdio: Hotzipang
Diretor: Tetsuya Tatamitani (2010, B.O.Y.)
PVs: PV1
My Anime List: Link
Licença: Funimation

Sinopse: O manga de comédia segue um leão, um tucano e um lagarto enquanto eles vivem as vidas de trabalhadores de escritório em uma sociedade capitalista no Japão, enquanto também lidam com suas situações únicas como animais que vivem além da savana e da cadeia alimentar.

Comentários: Curioso uma obra como essa aparecer aqui, mas apesar de parecer algo meio tosco, é uma das melhores comédias que eu vi recentemente.

A história do anime é bem simples, basicamente coisas que acontecem no cotidiano de trabalhadores de escritório que são animais antropomorfizados, mas as situações são uma mais bizarra que a outra, e consequentemente, uma mais engraçada que a outra.

Os personagens são extremamente carismáticos, a interação entre eles é o que faz a comédia ser tão boa, o tempo de piada é muito bom, enfim, como comédia o anime não deixa a desejar.

A parte técnica foi muito bem, a direção sabia muito o que estava fazendo, e a animação faz uma mescla entre 2D e um 3D que parece "captura de movimento", que no fim apesar de ser meio tosco, só deixa o anime ainda mais engraçado.

No geral uma excelente comédia, recomendo bastante.

Nota: 8/10

13º - Shingeki no Kyojin Season 3 Part 2

Informações:
Tipo: TV
Fonte: Manga
N° De Episódios: 10
Duração: 24 minutos
Gêneros: Ação, Drama, Fantasia, Militar, Mistério, Shounen, Super Poderes
Estúdio: WIT (Shingeki no Kyojin, Koutetsujou no Kabaneri)
Diretor: Tetsurou Araki (Death Note), Masashi Koizuka (Shingeki no Kyojin 2)
PVs: CM1PV1PV2
My Anime List: Link
Licença: Funimation, Crunchyroll

Sinopse: Segunda parte da terceira temporada de Shingeki no Kyojin

Comentários: Nem vou entrar em muitos detalhes, afinal já é, tecnicamente falando, a quarta temporada de SnK, então quem se importar com isso já deve conhecer bem a obra.

Porém, devo comentar que essa foi a melhor das temporadas até então, eu realmente gosto que SnK tenha entregado uma season que, além de muita ação, desenvolveu ainda mais o passado e o universo da obra. Para mim as outras seasons ajudaram a construir essa, que no fim acabou sendo muito boa. Ver mais sobre o universo, sobre o passado, e ter muita ação envolvida acabou sendo tudo que SnK podia ter de melhor.

Nota: 8/10

12º - Kono Oto Tomare!

Informações:
Tipo: TV
Fonte: Manga
N° De Episódios: 12
Duração: 24 minutos
Gêneros: Shounen, Drama, Escola
Estúdio: Platinum Vision (Servamp, Devils Line)
Diretor: Ryouma Mizuno
PVs: PV1CM1PV2
My Anime List: Link
Licença: Funimation

Sinopse: Desde a graduação dos membros mais antigos do clube, Takezou acaba sendo o único membro do clube de "Koto" (instrumento tradicional japonês de cordas). Agora que o novo ano escolar começou, Takezou terá que procurar novos membros no clube, ou o clube será cancelado. Do nada, um novo membro entra na sala quase abandonada do clube, exigindo se juntar ao clube. Como Takezou será capaz de manter seu clube vivo e lidar com esse patife de um novo membro?

Comentários: Apesar de ser dito que a obra não chega aos pés do manga, que a adaptação não faz jus, e eu realmente consigo ver o porque, ainda é uma ótima obra, com bons personagens, bom desenvolvimento do drama, tem um pouco de romance também, no geral é uma boa obra que precisava de uma direção melhor.

A história em si é interessante, apesar de ser o típico "clube fraco de x coisa que cresce em conjunto com os personagens e começa a ganhar as competições", já vimos isso inúmeras vezes, dessa vez ao menos o tema é algo bem diferente, o Koto, algo que é bem especifico mas bem interessante.

A história progride bem, o anime insere bons dramas, a parte musical do anime é muito boa também, mas ainda assim perde um pouco com a fraca direção que possui, graças a inexperiência do diretor.

No geral é um ótimo anime para quem gosta de drama e bastante desenvolvimento dos personagens.

Nota: 8/10

11º - JoJo no Kimyou na Bouken: Ougon no Kaze

Informações:
Tipo: TV
Fonte: Manga
N° De Episódios: 39
Duração: 24 minutos
Gêneros: Ação, Aventura, Shounen
Estúdio: David Production (Outros JoJo's, Ben-To)
Diretor: Naokatsu Tsuda (Diretor dos outros JoJo's), Yasuhiro Kimura (Sansha Sanyou), Hideya Takahashi (Keijo!!)
PVs: PV1PV2PV3PV4PV5PV6PV7
My Anime List: Link

Sinopse: A obra continua a história das entradas anteriores no manga JoJo no Kimyou na Bouken de Araki, quando Jotaro pede para Koichi viajar para Nápoles para investigar uma pessoa conhecida como Haruno Shiobana, cujo nome real é revelado mais tarde como Giorno Giovanna. A história segue Giorno em seu objetivo de subir ao topo do grupo mafioso Passione e transformá-lo em um bando de ladrões honrados.

Comentários: É, por mais que eu gostaria de negar, cada dia que passa eu viro mais jojofag, e isso não é algo pra se orgulhar. Enfim, brincadeiras (ou não) a parte, JoJo 5 é uma ótima obra, tem um ótimo elenco e uma história interessante, mas um final ruim.

Toda a ideia de mafia italiana, deles indo contra o chefe, os stands cada vez mais criativos, as batalhas e suas soluções inesperadas, tudo é muito divertido e bem feito. A direção das cenas estava ótima, a quantidade de fanservice também que tinha era excelente, como a dança da tortura e outros.

A história se desenvolve bem, cada vez com um twist diferente e mais interessante, progredindo ela e dando um novo rumo. O grupo de protagonistas é muito bom, são carismáticos demais, tem uma sinergia boa entre eles, tu torce muito durante o anime que tudo de certo para eles. Mas, os inimigos não estão longe disso, todos são interessante na sua maneira, e bem feitos também. JoJo tem muito do esquema do "inimigo da semana", mas isso não é ruim, porque é sempre algo bem diferente e criativo, e faz com que os protagonistas tenham que lidar com eles.

No geral, é um excelente anime de ação com ótimos personagens, você até pode começar da parte 5, não tem muito spoiler ou coisa do tipo, mas é mais recomendado que veja o resto antes, que eu também recomendo ver.

Nota: 8,1/10

10º - Kouya no Kotobuki Hikoutai

Informações:
Tipo: TV
Fonte: Original
N° De Episódios: 12
Duração: 24 minutos
Gêneros: Ação, Militar, Aventura
Estúdio: GEMBA (Berserk (2016)), WAO World (Animegataris, Time Travel Shoujo)
Diretor: Tsutomu Mizushima (série Girls & Panzer, Shirobako)
PVs: PV1PV2PV3CM1CM2
My Anime List: Link

Sinopse: Em uma fronteira estéril onde as pessoas trocam mercadorias umas com as outras para ajudar umas às outras a sobreviver. O Esquadrão Kotobuki é um guarda-costas de aluguel, liderado por um líder de esquadrão rigorosa, mas bela, uma comandante não confiável e uma verdadeira artesã de um chefe de equipe. Ao lado de pilotos que não têm falta de personalidade, elas voam em combates aéreos, deixando o barulho do motor de seus aviões Hayabusa soando nos céus.

Comentários: O anime mais underrated do ano faz sua aparição aqui no top, mostrando garotas fofas pilotando aviões da segunda guerra numa terra árida e devastada.

Antes de mais nada, com certeza o CG do anime afastou muita gente, o que não faz sentido, visto que não é muito bom, mas também não é horrível, e ele funciona perfeitamente bem com os aviões, que é o foco do anime.

E já falando nos aviões, o realismo que as cenas apresentam, a sonoplastia dos aviões, como as câmeras são usadas, tudo é tão bem feito que faz quem assiste se sentir dentro do avião, é um trabalho técnico impecável, dá para ver que a staff estudou muito sobre antes de fazer o anime, mais ou menos o que aconteceu em Girls und Panzer, a diferença que aqui é mais sério.

Agora sobre a história em si, começa relativamente simples, as garotas são pagas para protegerem um dirigível cheio de mercadorias caras, enquanto piratas do ar tentam rouba-las. Porém, conforme o anime avança, detalhes a mais desse universo, e de outras coisas, são jogadas até que o anime atinge o seu ápice no final. É um anime fechado de certa forma, existe a possibilidade de ter mais temporadas, mas a história dessa em si acabou bem fechada.

A animação é o que deve incomodar o pessoal, afinal as personagens são em 3D, mas creio que isso seja o de menos, a obra é mais do que isso.

No geral, uma obra com cenas de voo perfeitas, com uma história que se sustenta, e personagens relativamente interessantes.

Nota: 8,1/10

9º - Kaguya-sama wa Kokurasetai: Tensai-tachi no Renai Zunousen

Informações:
Tipo: TV
Fonte: Manga
N° De Episódios: 12
Duração: 24 minutos
Gêneros: Comédia, Psicológico, Romance, Escola, Seinen
Estúdio: A-1 Pictures (Sword Art Online, Shigatsu wa Kimi no Uso)
Diretor: Shinichi Omata (a.k.a. Mamoru Hatakeyama) (Shouwa Genruko Rakugo Shinjuu, Sankarea)
PVs: PV1PV2PV3
My Anime List: Link

Sinopse: Shinomiya Kaguya e Miyuki Shirogane são membros prestigiosos do Conselho Estudantil da Academia Shuchi'in, afirmando a sua posição de gênio entre os gênios. Todo o tempo que eles passam juntos ocasionou que eles desenvolvessem sentimentos mútuos, mas o orgulho deles não vai permitir eles se confessarem e se tornarem submissos no relacionamento! Amor é guerra e a batalha deles para fazer o outro se confessar começa agora!!

Comentários: Uma comédia romântica maravilhosa, com personagens excelentes, direção fenomenal, situações extremamente divertidas, no geral, tudo que uma comédia romântica precisa para ser boa.

A história em si é simples, um tenta forçar o outro a se confessar, e com isso acaba acontecendo "mind-games" entre eles. Conforme o anime avança, vamos vendo que os dois vão ficando mais sinceros quanto aos seus sentimentos, e o romance de certa forma vai desenvolvendo. O final em si não é conclusivo, mas é bem bonito.

Os personagens são sem duvida o ponto mais alto do anime, o casal de protagonistas é extremamente carismático e bem desenvolvido, além da Fujiwara, que é claramente a best girl e carrega o alivio cômico do anime. E temos também o contador do conselho, Ishigami, que é extremamente depressivo e sempre acaba falando besteira pras protagonistas, gerando situações engraçadas.

Tenho que dar foco na direção do anime, Shinichi Omata já mostrou que é um excelente diretor de drama em Rakugo, mas agora ele também mostrou que sabe conduzir muito bem uma comédia romântica, trabalhar bem os personagens, com boas cenas e câmeras, um excelente diretor no geral. A trilha sonora e animação do anime também estavam muito boas.

No geral, uma excelente comédia romântica, fica muito recomendada.

Nota: 8,3/10

8º - Fruits Basket 1st Season

Informações:
Tipo: TV
Fonte: Manga
N° De Episódios: 25
Duração: 24 minutos
Gêneros: Slice of Life, Comédia, Drama, Romance, Fantasia, Shoujo
Estúdio: TMS Entertainment (ReLIFE, Amaama to Inazuma)
Diretor: Yoshihide Ibata (Shingeki! Kyojin Chuugakkou, Co-direção de FLCL Progressive)
PVs: PV1PV2PV3
My Anime List: Link
Licença: Funimation

Sinopse: Fruits Basket conta a história de uma jovem menina do segundo grau, Honda Tohru. Após perder sua mãe em um acidente de carro, ela decidiu viver sozinha numa floresta perto de sua escola. Nunca incomodando ninguém, ela segue sua vida em honra à memória de sua mãe e dá duro para fazer o melhor que pode de sua vida. Um dia, ela encontrou uma casa entre as árvores não muito longe de onde ela tinha acampado. Os moradores, Souma Yuki, e seu primo Shigure não são totalmente desconhecidos. Souma é o garoto mais legal da escola de Tohru! Seria essa a oportunidade de fazer novos amigos, e quem sabe, um novo romance?

Comentários: Furuba é realmente um clássico, e eu consigo entender o porque nessa nova adaptação, bons personagens, ótimo desenvolvimento, uma história diferente e única, e mesmo com os clichês de shoujo, se mostra algo único.

Essa foi apenas a primeira metade do anime, devem sair mais 24 episódios ano que vêm, o que é bom, terá uma adaptação completa. A história do anime é interessante, a sinopse não fala mas os personagens viram animais do zodíaco, no caso quem é da família Souma, isso não é spoiler nem nada, faz parte do básico do anime. O desenvolvimento dos personagens e da história é muito bom, as vezes, principalmente na primeira metade do anime, é um pouco monótono, mas a segunda metade do anime é excelente no quesito desenvolvimento.

O anime tem romance, apesar que de uma forma bem lenta e gradual, e de certa forma um triangulo amoroso. No geral, o desenvolvimento do romance é bom, bem trabalhado, mostra bem como os personagens se sentem, é bem feito no geral.

Os personagens são, no geral, muito carismáticos, e diferentes entre si. A protagonista é um amorzinho, uma personagem que não tem como não querer proteger ela de todo o mal. As amigas dela são excelentes personagens, e os episódios focados nelas foram os melhores dessa primeira metade.

A direção se saiu mais ou menos bem, sinto que faltou impacto em algumas cenas, mas é uma direção aceitável no geral. A parte visual do anime era bem bonita ao menos.

Bem, Fruits Basket é um clássico, e essa nova versão foi feita para quem não queria ler o manga/ver o antigo, recomendo muito.

Nota: 8,3/10

7º - Given

Informações:
Tipo: TV
Fonte: Manga
N° De Episódios: 11
Duração: 24 minutos
Gêneros: Música, Drama, Romance, Shounen Ai
Estúdio: Lerche (Ansatsu Kyoushitsu, Kuzu no Honkai)
Diretor: Hikaru Yamaguchi (Escha Chron)
PVs: PV1PV2PV3PV4PV5PV6
My Anime List: Link
Licença: Crunchyroll

Sinopse: A "história da banda jovem" centra-se em Ritsuka, que toca guitarra mas perdeu o interesse pelo instrumento. Um dia, ele conhece Mafuyu, que está segurando um violão quebrado. Ritsuka começa a ensinar a Mafuyu o violão, mas quando ele ouve a voz de Mafuyu, as coisas de repente começam a mudar para Ritsuka.

Comentários: Given foi uma grata surpresa no ano, um anime de música com romance muito bom. Falar que é um anime de BL é algo errado para mim, pois a parte musical e o drama é muito mais forte que isso, além que romance é romance, independente do gênero dos personagens envolvidos.

A história em si é interessante e bem desenvolvida, vemos a relação dos protagonistas se formando enquanto eles vão se envolvendo com a banda. O drama do anime é muito bom, vamos vendo o passado do Mafuyu, como o romance dele com o Ritsuka vai se formando, e também como os dois lidam com isso. Não é uma história fechada, mas terá um filme ano que vem.

A maneira como o drama é desenvolvido, a direção, fotografia, tudo ajuda muito a impactar bastante, principalmente falando na questão das músicas, ou uma em especifico que foi tão bem feita e tão forte que não tem como não sentir a emoção de quem está cantando ela.

Os personagens são muito bem desenvolvidos e aprofundados, te faz torcer por eles e querer que tudo de certo para eles. A parte técnica do anime estava muito boa, a direção fantástica, soube impactar muito bem as cenas, tinha uma otima fotografia, e a animação e trilha-sonora estavam ótimas.

Enfim, para quem quer um bom anime de drama com música e romance, fica a recomendação.

Nota: 8,4/10

6º - Vinland Saga

Informações:
Tipo: TV
Fonte: Manga
N° De Episódios: 24
Duração: 24 minutos
Gêneros: Ação, Aventura, Histórico, Drama, Seinen
Estúdio: Wit (Shingeki no Kyojin, Owari no Seraph)
Diretor: Shuuhei Yabuta (Inuyashiki, Diretor 3D de Shingeki no Kyojin)
PVs: PV1PV2PV3PV4PV5PV6
My Anime List: Link
Licença: Amazon

Sinopse: Thorfinn é filho de Thors, um lendário guerreiro viking, mas que após anos no campo de batalha, descobre uma coisa mais maravilhosa que matar seus iguais. Viver sua própria vida, em paz. Mas os ventos lhe trazem uma notícia que atrapalhará seus dias de paz, e Thorfinn, seu filho, pouco sabe desta vida passada de guerra de seu pai. Após descobrir o passado de seu pai, Thorfinn se revolta contra ele, e sai para a guerra junto de seu pai, mas quando reconhece o verdadeiro valor dele, já é tarde demais. Agora Thorfinn deverá seguir sua própria vida, seguindo valores que seu pai lhe ensinou, mas sem perder sua coragem. Este é só o começo desta grande saga de Thorfinn que acompanha os Vikings no século XI!

Comentários: A tão esperada adaptação de Vinland Saga saiu, e, apesar dos pesares, foi uma ótima adaptação e um ótimo anime.

A história que o anime adaptou, que é chamado de "prólogo", consiste basicamente na vingança do Thorfinn, mas que aos poucos vai adicionando novos elementos. A história em si progride muito bem, porém tem um arco na sua metade que é bem mais ou menos, mas depois volta a crescer bastante e termina em um ápice muito bom.

É uma história de certa forma fechada, e interessante no geral, eu só senti falta de uma obra mais "viking", ela é mais uma obra de guerra medieval mesmo, não tem tanto foco na cultura viking ou qualquer coisa do tipo. E os absurdos que tem no anime, como um cara matando 5 pessoas com uma lançada de machado só tiram um pouco a imersão, mas tirando isso é uma boa história.

O interessante também é que os personagens e a história da obra são baseadas na história real, os acontecimentos são diferentes, mas muita coisa também é parecida, e isso é muito interessante.

Os personagens são interessantes, o problema é que, como acontece em muitos animes, o protagonista acaba sendo ofuscado por outro personagem, que é o verdadeiro protagonista e que é muito mais interessante e carismático. Mas no geral são bons personagens e são bem desenvolvidos, com exceção de uma mudança de personalidade brusca que acontece com um personagem central, que acaba sendo um pouco ruim.

A parte técnica se sai bem, a animação é muito boa, a direção não é perfeita mas também não pecou tanto, e a trilha sonora é boa, mas eu não senti tanta presença dela e nem um teor mais viking medieval, esperava mais algo como de jogos de RPG medieval.

Apesar dos pesares, Vinland Saga ainda é uma grande obra com uma boa progressão de história, bons personagens e boa ação, além de uma ambientação muito interessante.

Nota: 8,4/10

5º - Sarazanmai

Informações:
Tipo: TV
Fonte: Original
N° De Episódios: 11
Duração: 24 minutos
Gêneros: Demônios, Sobrenatural
Estúdio: MAPPA (Yuri on Ice, Zankyou no Terror), Lapin Track
Diretor: Kunihiko Ikuhara (Shoujo Kakumei Utena, Mawaru Penguindrum)
PVs: PV1PV2PV3PV4PV5PV6PV7PV8CM1PV9
My Anime List: Link
Licença: Crunchyroll

Sinopse: O palco é Asakusa.
Um dia, três alunos do segundo ano do ensino fundamental - Kazuki Yasaka, Toi Kuji e Enta Jinai - encontram uma criatura tipo kappa chamada Keppi, que é a autoproclamada herdeira do trono do Reino Kappa. Keppi leva à força o shirikodama dos estudantes (um órgão mítico que o kappa rouba através do ânus de uma pessoa) e eles são transformados em kappa. Keppi os informa: "Se você quer retornar ao seu antigo eu, você precisa se conectar 'dessa maneira' e você deve me trazer o shirikodama dos zumbis." Os três meninos serão capazes de se conectar e levar o shirikodama de zumbis? Ao mesmo tempo, dois policiais, Reo Niiboshi e Mabu Akutsu, tentam fazer alguma coisa na delegacia onde estão.

Comentários: Uma viagem maluca por sentimentos, desejos (que são retirados da bunda), relações afetivas, amizade, e muita arte visual.

Eu realmente não sou a melhor pessoa para comentar desse anime, por simplesmente não pegar todos os detalhes e coisas do tipo que o Ikuhara quis passar, mas o que eu posso dizer é que é um anime que te prende do começo ao fim, que cada episódio mostra algo novo e "maluco", e que mesmo para alguém como eu que não pega todos os detalhes, consegue percebe a profundidade em que os temas do anime são tratados.

O anime tem todo um teor musical também, que é uma parte maravilhosa por si só, as coreografias, as musicas, é algo que não é pra todo mundo, mas que da um clima muito bom para o anime.

Onze episódios parece até pouco para tudo que aparece no anime, mas no fim acaba que tudo conclui muito bem, todos os temas são bem tratados, e profundamente tratados.

A parte técnica do anime é impecável, o Ikuhara é um diretor absurdo, tem um estilo único, especial, de fazer as coisas de uma maneira "maluca" mas que acaba sendo genial. A animação também estava linda, com uma fotografia absurda. E a trilha sonora então nem se fala, as músicas do anime são um espetáculo a parte.

Eu queria poder falar mais sobre e mais profundamente, mas no fim eu só consigo pincelar o que essa obra foi, mas consigo dizer acima de tudo que foi uma obra maravilhosa.

Nota: 8,5/10

4º - Carole & Tuesday

Informações:
Tipo: TV
Fonte: Original
N° De Episódios: 24
Duração: 24 minutos
Gêneros: Drama, Música, Romance, Sci-Fi
Estúdio: Bones (Gosick, Noragami)
Diretor: Shinichiro Watanabe (Cowboy Bebop, Sakamichi no Apollon), Motonobu Hori
PVs: PV1CM1
My Anime List: Link
Licença: Netflix

Sinopse: Cinquenta anos se passaram desde que a humanidade começou a migrar para a nova fronteira: Marte. É uma época em que a maior parte da cultura é produzida pelas IAs e as pessoas se contentam em ser consumidores passivos.
Existe uma garota. Desmantelando a vida na metrópole de Alba City, ela trabalha meio período enquanto tenta se tornar uma musicista. Ela sempre sentiu que algo está faltando. O nome dela é Carole.
Existe uma garota. Nascida em uma família rica na cidade de Herschel, ela sonha em se tornar uma musicista, mas ninguém ao seu redor entende. Ela se sente a pessoa mais solitária do mundo. O nome dela é Tuesday.
Um encontro casual as une. Elas querem cantar. Elas querem fazer música. Juntos, elas sentem que podem ter uma chance. As duas podem apenas criar uma pequena onda. Mas essa onda acabará por se transformar em algo maior ...

Comentários: Um anime que dividiu opiniões, alguns acharam mais ou menos, outros adoraram, mas ele realmente me tocou e eu achei muito bonito no geral, mesmo com uma metade inferior ao resto do anime.

A história do anime é rica, mostra muito bem o desenvolvimento das personagens, como elas vão evoluindo no mundo da musica, as situações que elas passam, o drama que também envolve outros personagens, tudo isso é muito interessante. O meio do anime tem algumas situações que parecem até fillers, que não tem tanta importância, acho que isso é o mais negativo no geral.

Também tem o fator que outra personagem, Angela, que seria a terceira protagonista, tem um desenvolvimento bem mais interessante e dramático, diria que ela carrega muito o anime na parte final dele, é uma excelente personagem.

O anime toca bastante em temas profundos, como a imigração, xenofobia, racismo, temas que são extremamente importantes de serem discutidos, e o anime faz isso muito bem, sabe trabalhar muito bem isso.

Falando da parte da música, que querendo ou não é o foco do anime, são todas em inglês, cantadas por cantores que tem o inglês como língua materna, então é interessante e diferente do padrão em um anime. Todas as músicas são muito boas, boa parte delas com letras muito profundas e que contam muito dos personagens, eles se desenvolvem a partir da música eu diria.

Os personagens em si são todos muito interessantes, a maioria muito bem desenvolvido, mesmo que alguns tenham pouco tempo de tela, consegue-se sentir pela musica deles o que eles passaram/passam.

A parte técnica é excelente, direção muito boa, estamos falando do Watanabe afinal, visuais lindos, e a parte musical é, como eu já disse, perfeita.

No geral, é um ótimo anime de drama, com músicas excelentes, direção fantástica, visuais lindos, e ótimos personagens.

Nota: 8,5/10

3º - Beastars

Informações:
Tipo: TV
Fonte: Manga
N° De Episódios: 12
Duração: 24 minutos
Gêneros: Drama, Psicológico, Shounen, Slice of Life
Estúdio: Orange (Houseki no Kuni)
Diretor: Shinichi Matsumi
PVs: PV1PV2PV3PV4
My Anime List: Link
Licença: Netflix

Sinopse: Em um mundo habitado por animais antropomórficos, herbívoros e carnívoros coexistem entre si. Para os adolescentes da Academia Cherryton, a vida escolar é cheia de esperança, romance, desconfiança e desconforto.
O personagem principal é Legoshi, o lobo, um membro do clube de teatro. Apesar de sua aparência ameaçadora, ele tem um coração muito gentil. Durante a maior parte de sua vida, ele sempre foi objeto de medo e ódio por outros animais, e está bastante acostumado a esse estilo de vida. Mas logo, ele se vê cada vez mais envolvido com seus colegas de turma que têm sua própria parcela de insegurança e encontra sua vida escolar mudando lentamente.

Comentários: Beastars, uma obra que tinha um grande hype, graças ao manga e ao estúdio que pegou, e acabou sendo tão bom quanto o esperado, talvez até melhor.

A história no começo parece até algo simples, um anime de drama/romance com adolescentes, com a diferença deles serem animais antropomorfizados, mas, a verdade é que o anime entrega muito mais do que só isso.

Nós temos além do drama e romance, toda uma discussão profunda e bem trabalhada sobre preconceito entre raças, como carnívoros e herbívoros convivem, o fato de carnívoros serem considerados superiores, e por ai vai. Além disso, toda uma discussão sobre o consumo de carne ser proibido, e ter animais que acabam cometendo esse crime. Também tem o desenvolvimento do romance, de uma maneira bem interessante, trabalhando muito bem os personagens.

Os personagens de Beastars são tão bem escritos, trabalhados, carismáticos, que eu me apeguei fácil a eles, torci por eles, para que tudo desse certo, eles são muito bem desenvolvidos no geral.

A parte técnica desse anime é um absurdo de tão boa, não só a direção fenomenal, mas as varias animações diferentes usadas durante o anime. Não temos só um 3DCG mesclado com 2D que é maravilhoso, mas também tivemos stop-motion, animação a lápis, enfim, tudo muito bem trabalhado e colocado no momento certo. A trilha-sonora também é fenomenal.

Enfim, um anime muito bom, técnica mente e de história, um drama muito bem desenvolvido, que reflete em temas mais profundos mas também trata de temas banais de maneiras perfeitas.

Nota: 8,7/10

2º - Mob Psycho 100 II

Informações:
Tipo: TV
Fonte: Manga
N° De Episódios: 13
Duração: 24 minutos
Gêneros: Ação, Comédia, Slice of Life, Sobrenatural
Estúdio: Bones (FullMetal Alchemist, Noragami)
Diretor: Yuzuru Tachikawa (Death Parade)
PVs: PV1PV2
My Anime List: Link

Sinopse: Segunda temporada de Mob Psycho 100

Comentários: Eu não gostei muito da primeira temporada de Mob, tenho até um review sobre, porém, tenho que me corrigir quando falo dessa segunda temporada, que sem dúvida foi excelente do começo ao fim.

Não me estendendo muito por ser uma continuação, Mob continua trabalhando temas muito interessantes e profundos, envolvendo o protagonista, enquanto coloca um tanto de ação e animação muito acima da média. Um anime que possui tanto ação quanto temas mais profundos.

Nota: 9/10

1º - Kaze ga Tsuyoku Fuiteiru

Informações:
Tipo: TV
Fonte: Novel
N° De Episódios: 23
Duração: 24 minutos
Gêneros: Drama, Seinen, Esportes
Estúdio: Production I.G. (Psycho-Pass, Guilty Crown)
Diretor: Kazuya Nomura (Robotic;Notes, Joker Game)
PVs: PV1PV2
My Anime List: Link

Sinopse: A novel centra-se na corrida Ekiden Race de ida e volta de Tóquio-Hakone ou "Hakone Ekiden", uma das maiores corridas de revezamento de maratonas universitárias no Japão. A corrida é realizada todos os anos nos dias 2 e 3 de janeiro e vai entre Tóquio e Hakone e volta, por um total de quase 217,9 km.

Comentários: Será difícil eu falar em palavras como Kaze Ga é uma obra fenomenal, que trabalhou muito bem seus personagens, que tem uma história rica e profunda, e que sem dúvida merece ser visto, até para quem não gosta de esportes.

A história em si foca em um grupo de dez universitários que moram no mesmo dormitório, e acabam por descobrir que é o dormitório do clube de corrida da universidade, e com isso acabam convencidos a correrem a Hakone Ekiden, uma corrida universitária de revezamento. Dos 10 protagonistas, apenas dois são corredores, o resto são pessoas que não tiveram nenhum ou pouco contato com o esporte e vão aprendendo e superando as dificuldades conforme o anime avança.

Basicamente o anime vai mostrar o desenvolvimento desses personagens, como eles são como pessoas, suas qualidades e defeitos, as interações entre eles, e mostra como pode-se conseguir algo com esforço e trabalho em equipe. Os personagens se apoiam, se brigam, se ajudam, são bem naturais, são personagens muito "orgânicos", vivos, consegue-se sentir o quão bem desenvolvidos eles são.

Não é um anime de foco na corrida em si, mas sim no drama e desenvolvimento dos personagens. Claro que correr faz parte da história, é o que move tudo, mas não é o foco, e isso é muito bom, agrada tanto como anime de esporte, como anime de drama.

A maneira como a direção trabalha a cena e os personagens é muito boa, consegue passar muito bem a emoção das cenas, desenvolver os personagens, não esperava tanto desse diretor, mas ele me surpreendeu positivamente. De resto, Kaze Ga é fenomenal, animação, trilha-sonora, tudo se sai bem.

No geral, um anime fantástico sobre pessoas comuns tentando fazer algo improvável para eles. Recomendo muito para quem gosta de drama e slice-of-life.

Nota: 9/10

Menções Honrosas:

- Hoshiai no Sora (Outubro): Hoshiai começou muito bem, tinha um bom drama, mas se perdeu no meio e terminou abruptamente, graças a falta de episódios que o diretor mesmo falou que faltaram. Nota: 7,8/10

- Kakegurui×× (Janeiro): Segunda temporada foi melhor que a primeira, ainda tem a mesma ideia de apostas absurdas, jogos bizarros e garotas psicopatas. Nota: 7,8/10

- Yakusoku no Neverland (Janeiro): Neverland é interessante, mas ainda tem bastante clichê de obras da Jump. Nota: 7,5/10

- Lord El-Melloi II Sei no Jikenbo: Rail Zeppelin Grace Note (Julho): Spin-off de Fate com uma pegada totalmente diferente, voltada ao mistério e parte mágica do universo. Interessante no geral, bons personagens e história bem contada. Nota: 7,9/10

- Dumbbell Nan Kilo Moteru? (Julho): Dumbbell foi muito divertido, os personagens, a ideia do anime, Doga Kobo sempre entregando material de qualidade. Nota: 8/10

- Shinchou Yuusha: Kono Yuusha ga Ore Tuee Kuse ni Shinchou Sugiru (Outubro): Um isekai diferente, não pela ideia em si, mas pelos personagens e pelo desfecho. A Ristarte praticamente carrega o anime nas costas, que personagem boa. Nota: 8/10


------------------------------------------------------------------

Anterior Proxima Inicio

Um comentário: