segunda-feira, 17 de julho de 2017

Comentários Semanais: Made in Abyss #2



    Olá pessoas aqui é o Nate e eu to voltando essa semana com a review do segundo episódio do Made in Abyss, pra quem tá chegando agora é bom dar uma olhada nas primeiras impressões que eu fiz, porque vou fazer varias ligações a ela e é bom pra você entender algumas das coisas que vão ser citadas (Clique Aqui). Mas enfim vamos direto pro episódio dessa semana.
                                     Festival da ressurreição
     
       O episódio começa com a Riko mostrando uma bússola, e falando um pouco que ela é parecida com as normais mas que na verdade mostra a direção e profundidade dentro do buraco.


Essa bússola aparece diversas vezes no episodio e claramente ela vai ser muito útil quando eles começarem a explorar o Rombo, outro lugar que ela aparece bastante é na opening, que eu não tenho palavras suficientes pra expressar como é fucking boa, quem me conhece sabe que eu sou apaixonado por opening e ending, e como pra mim é vital pra um anime.


video

A opening se chama "Deep in Abyss" e é cantada pelos dubladores da Riko e do Regu. A ending se chama "Tabi no Hidarite, Saihate no Migite  (旅の左手、最果ての右手)" também pelos dubladores da Riko e da Nanachi (possível personagem futuro).

(Lembrando queridos que eu só estou dando minha review somente nesse anime, eu nunca li a obra original e preferi não ler durante ou antes da estreia dos episódios, justamente pra dar minha opinião sincera e sem comparações com a obra original.)

Nesse segmento ainda os meninos discutem alguns artefatos achados dentro do Abyss, e falam sobre um sino que a mãe da Riko encontrou, que supostamente "para o tempo".



Como eu nunca li o material original eu não sei se elementos de magia ou algo do tipo iriam estar envolvidos na historia mas essa parte do episódio deixa dicas de que sim, provavelmente terá.


      Eles também falam de uma certa maldição que piora a cada nível dentro abismo, mas vale a pena notar que esses efeitos só acontecem quando você volta pra superfície, de começo achei que podia ser uma simples mudança na pressão e eles nomeavam como maldição, mas enquanto eles foram explicando o efeito a cada profundidade que tu ia adentrando no cu do mundo eu fui percebendo que não pode ser apenas uma mudança na pressão mesmo, tem que ser algo ligado a magia por que....



       Eu não me lembro de nenhum efeito de pressão que transforma você em um bestial, que é exatamente o que acontece no gif, uma coisa interessante também é que no ultimo estágio a pessoa se transforma tipo em matéria orgânica dando a entender que talvez tudo que está dentro do abismo ou a maioria, sejam pessoas que foram se aventurar e acabaram se tornando parte do abismo e nunca mais voltaram....



A Riko propõe então que joguem o Regu dentro do furico, porque como o mesmo é um robô talvez a maldição não tenha efeito nele.                           crianças como sempre com as melhores ideias




      Eu achei muito legal nessa cena também o fato dela falar do pinto do Regu, mas calma lá eu não sou tão estranho assim, a situação dela falar com tanta naturalidade sem pudor e sem malícia mostra a alma de criança da mesma(além da alma de nerd que a Riko mostrou esse episódio todo), uma vez minha sobrinha falou"minha mãe diz que não é pra comer o meu cocô, mas porque toda vez que meu pai chega em casa ela fala que ele só pode ter comido cocô pra fazer tanta merda?"Crianças tem essa falta de malícia e pureza, e eu acho que esse anime faz um trabalho muito bom frisando isso, pra mim essa proximidade a realidade faz dos personagens mais simpáticos.
     
     Apos isso eles planejam infiltrar o
Regu no orfanato:



   
        
               Coisas que eu vou me lembrar:



Conselho tutelar??!!



      Esquecendo um pouco esse frame de tortura de loli, a gente descobre nesse episódio muito da mãe da Riko a Lyza, ela é como uma lenda na cidade e isso responde muitas perguntas, como o porque da Riko ser muito interessada no abismo, mesmo ela sendo bastante nova tem muito peso nas costas pra ser tão extraordinária como sua mãe foi, e pelo oque eu entendi também eles falam dela sempre no passado pelo simples motivo, de que na profundidade que ela está ela não pode mais voltar então e tratada como uma lenda uma heroína porque está dando sua vida em prol da exploração do abismo.
      E também é abordado que a Riko tem sequelas da maldição do Abyss porque nasceu nele.
      Todas essas revelações veem a tona porque o
Habo (eu to falando pra vocês que esse anime todo é uma analogia com cu) ele volta com o apito da mãe da Riko, e entrega a ela.

      Na minha humilde opinião de leigo no material original, eu acho que todos os adultos tem uma noção maior do que está acontecendo e mantem escondido isso das crianças, ou só contam o necessário pra elas.
       No final junto com apito branco veio uma carta da Lyza bem reveladora dando avisos importantes:











                  Considerações Finais


      Brincadeiras a parte essa carta que a Lyza me deixou bastante ansioso pro próximo episodio o fato dela dizer que "No fundo do Abyss esperarei" pra própria filha quer dizer que o fundo do abismo pode não ser tão ruim como falam ou não. Estou esperando o próximo episódio também, pelo motivo de ver essas crianças novamente apenas sendo crianças isso me anima muito junto com a parte de suspense, quem não quer ver essa coisa fofa??





E como a mãe da Riko próxima semana eu esperarei vocês, espero que vocês tenham gostado da review dessa semana que foi só um pouquinho menos desastrosa que a anterior, por hoje é só fiquem com a benção de Madoka e até o próximo episódio.




Nota :4.5
Anterior Proxima Inicio

0 comentários:

Postar um comentário