terça-feira, 25 de abril de 2017

Desempenho Dos Animes Hypados da Temporada de Verão (Janeiro) de 2017



Fala pessoal, nesse post eu iria comentar sobre o desempenho dos animes que eram esperados (com base nesse post: Link) da temporada de outono de 2016. Eu vou pegar o Top e vou analisar a posição inicial, posição final e a nota, duas semanas depois do fim da temporada, analisando se o ocidente em geral estava certo quanto ao seu hype. A nota vou estar usando a do My Anime List, de onde também pego as posições, para as posições eu não estou considerando animes que foram continuações, spin-offs ou prequels. Se um anime perdeu muitas posições no top ele teve um desempenho ruim, mesmo que a nota seja mediana, pois pouca gente se interessou em ver o anime. A nota, com base no MAL, é que se um anime tiver com média acima de 9 ele é simplesmente um dos melhores da historia, acima de 8 já se saiu muito bem, e de 7 a 8 é mediano. Bom, fiquem com a tabela, abaixo dela irei comentar em geral. (clique na imagem para ampliar).


Podemos ver que na teoria não foi a melhor das temporadas, apenas cinco animes tiveram desempenho acima da média, enquanto dez animes tiveram desempenho abaixo da média, ou seja, um para dois de razão, o que é uma pena.

Acho que a maior surpresa da temporada ficou com Kobayashi-san, que tinha potencial, mas se saiu muito melhor do que se esperava. O mesmo com Youjo Senki, apesar de eu não concordar tanto com isso, também se saiu muito bem. Além disso, Kuzu no Honkai e Demi-chan foram boas surpresas, e Gabriel Dropout se saiu bem.

Em compensação, a pior decepção da temporada ficou com Hand Shakers, que foi realmente contra todo o hype, um anime muito ruim no geral, mas que parecia ter muito potencial. Seiren se saiu mal, ainda mais se comparar a seu antecessor espiritual, Amagami SS. De resto, tivemos varios animes se saindo mal, alguns já com o hype baixo, outros com o hype até maior.

No geral, uma temporada com desempenho ruim, a pior desde que eu faço esse post, com o dobro de animes se saindo mal do que bem, o que foi uma pena. Esperamos que a temporada atual nos surpreenda.

Posts Relacionados:

- Guia da Temporada de Inverno (Janeiro) de 2017: Link

- Animes Mais Esperados da Temporada de Inverno (Janeiro) de 2017 no Ocidente e no Japão: Link

- Top 10 Animes da Temporada de Inverno (Janeiro) de 2017: Link

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Comentários Semanais: Shingeki no Kyojin #04 (#29)



Episódio inteiro focado no grupo na torre do castelo, incrível como SnK as vezes passa anos em um episódios, e em outros se passam minutos. Não que eu esteja reclamando disso, mas é um ritmo que muda bastante, o que pode não agradar.

Enfim, indo ao episódio, focou praticamente na garota misteriosa, que no final das contas era um titã, mas do tipo normal, nenhum especial como a loira era. Era de se esperar isso, prevejo que agora muita gente que parecia normal vai ser titã também, o que é interessante, já que tirá a ideia de que só o Eren pode ser um titã também, mas ao mesmo tempo apela sempre pra mesma coisa, o que não agrada tanto. Ela só virou titã e se sacrificou para salvar a loirinha, aquela guria tem realmente muita importância nesse universo.

Essa garota além disso conhecia uma língua diferente, parece ser a língua dos titãs ou algo do tipo, considerando que ela é uma. E também tirou sarro do Conny para desviar a atenção do fato que a mãe dele sim virou um titã. Ela sabia que isso aconteceu, assim como deve saber o porque e como disso.

Convenhamos também que o Conny não é nenhum gênio, tem uma maluca, falando coisas aleatórias, pedindo uma faca, e ele vai lá e dá a faca para ela como se fosse nada. Que atitude deveras idiota da parte dele, mas tudo bem, poucos nesse anime parecem ter uma inteligencia acima da media.

Quero entender o que o titã macaco quer fazer, ele vai para a muralha, taca umas pedras, e depois desce. Porque não continuar atacando a torre de longe, ou então indo para cima. Não faz muito sentido agora.

Os membros da Legião que morreram lutando são tão desconhecidos que a morte deles foi só mais umas no meio de tantas. Tentaram apresentar o cara da bebida melhor, mas não adiantou muito, não tem como criar empatia em meio episódio.

Agora provavelmente o grupo do Levy e Eren chegaram a tempo na torre e salvarão o dia, o que é bem previsível. Espero que alguns sejam sacrificados para isso.

Nota: 3/5

(Por favor, não de spoilers nos comentários, a não ser que deixe bem claro que se trata de um spoiler, escondendo ele ou deixando espaços para as pessoas pularem, se não você será banido)

------------------------------------------------------------------------------------------

Comentários de Outras Semanas: Link

domingo, 23 de abril de 2017

Resumo Semanal de Notícias #16: De 16/04 a 22/04



Staff do anime para a TV "Centaur no Nayami" revelada, anime irá estrear em julho

O site oficial para a adaptação em anime do manga Centaur no Nayami foi lançado e anunciou que será uma série de TV que irá transmitir no Tokyo MX e mais canais no verão de 2017. Os membros da staff também foi anunciado.

Staff
Diretor Chefe: Fumitoshi Oizaki (diretor de Acchi Kocchi (TV))
Diretor: Naoyuki Konno (Togainu no Chi)
Series Composition: Touko Machida (Chain Chronicle: Haecceitas no Hikari)
Character Design, Diretor de Animação: Hide Shibuya (Girlfriend (Note))
Estúdio: Emon (Bloodivores), Encourage Films (Etotama)
Produção: Ochikata-shi Shisou Kyouiku Iinkai

Twitter oficial: @Centaur_anime

Comentários: Staff ruinzinha no geral, creio também que o anime será um curta dada a staff, mas por ser um slice of life, talvez não afete tanto.

Anime Original "Anime-Gataris" anunciado para outubro com staff, elenco e PV



Um site oficial da DMM Pictures lançou e anunciou que uma série original de anime para a TV intitulada "Anime-Gataris" estreará no outono (outubro) de 2017.

PV Teaser: Link

Sinopse: Minoa Asagaya entrou na Escola Sakaneko nesta Primavera. Como uma iniciante em anime, ela é convidada por sua colega Arisu Kamiigusa para estabelecer um clube de pesquisa de anime juntas. Depois de conhecer Miko Kouenji e outros alunos que gostam de anime, Minoa é gradualmente puxada para os animes. Enquanto eles lutam contra o conselho estudantil que quer dissolver o clube, eles sem saber chegam na destruição do mundo enquanto discutiam sobre animes na sala do clube, Akihabara, Onsen, e visitam locais da vida real.

Elenco:
Minoa Asagaya: Kaede Hondo (Demi-chan wa Kataritai)
Arisu Kamiigusa: Sayaka Senbongi (Gi (a) rlish Number)
Miko Kouenji: Hisako Tojo (Hinako Note)

Staff:
Diretor: Kenshirou Torii (Wake Up, Girl Zoo!)
Diretor de Animação, Design de Personagens: Soushi Kinutani (Wake Up, Girl Zoo!)
Series Composition: Mitsutaka Hirota (Amaama to Inazuma)
Plano Original, Produção: DMM.futureworks, W-Toon Studio 
Estúdio: WAO World (Time Travel Shoujo, Shouwa Monogatari)
Production: Sakaneko Gakuen Anime Kenkyuu-bu, JY Animation

Site oficial: http://animegataris.com/
Twitter oficial: @animegataris

Comentários: Anime de garotas fofas falando sobre animes?? Mas pode me contar dentro. Enfim, por mais que seja muito interessante a ideia, a staff é bem ruim no geral, estúdio fez poucos animes, e os que fez com uma inconsistência gigante (detalhe que é o estúdio de Hametsu no Mars, Mars of Destruction, você já deve ter ouvido falar dessa obra prima). O diretor é experiente em curtas e coisas aleatórias, mas nunca dirigiu nada muito grande, então não dá para esperar muito. Enfim, uma sinopse muito interessante, para mim ao menos, mas com uma staff bem ruim.

Staff do anime "Isekai Shokudou" anunciada



O site oficial do anime anunciado anteriormente Isekai Shokudou foi lançado e anunciou que o anime para a TV está previsto para o verão de 2017. Os membros da staff também foram anunciados.

Diretor, Series Composition: Masato Jinbo (ChäoS;Child, Fate/Prisma Illya 2, 3 e 4)
Design de Personagem: Takao Sano (Shomim Sample), Keiichi Sano (Strike the Blood)
Estúdio: Silver Link. (Kokoro Connect, Baka to Test)

Sinopse: No andar de baixo do prédio com uma placa de cachorro, no distrito de compras perto da rua do escritório, encontra-se uma cafeteria chamada "Youshoku no Nekoya", que tem uma ilustração de um gato na porta. Está aberta por cinquenta anos e tem satisfeito vários trabalhadores de escritórios próximos. Apesar de ser chamado de cafeteria de cozinha ocidental, também fornece outras variedades de menus. Para as pessoas deste mundo, é a única cafeteria especial.
Há, no entanto, um segredo em "Nekoya". A cafeteria é fechada ao público todos os sábados, a fim de abrir caminho para convidados especiais. Quando um sino toca, os clientes de diferentes lugares de nascimento e raças aparecem e pedem pratos misteriosos e deliciosos. Eles são, na verdade, os mesmos pratos servidos para o trabalhadores, mas esses convidados especiais tem como pratos de outro mundo. Como o objetivo da cafeteria para servir obras-primas, é geralmente referido como "Isekai Shokudou".
E assim, o sino toca novamente esta semana.

Twitter oficial: @nekoya_PR

Comentários: Staff mediana eu diria, estúdio se sai bem para obras de slice of life no geral, o problema aqui é o diretor, não é alguém muito experiente e não se saiu muito bem em Chaos;Child, mas quem sabe ele não se supere agora.

Projeto Multimidia "Konbini Kareshi" ganhará anime em Julho



A conta oficial do Twitter para o projeto multimídia Konbini Kareshi (ou Conbini Kareshi) anunciou que o projeto receberá uma adaptação em anime para a TV, prevista para o verão (julho) de 2017 via TBS e BS-TBS.

Sinopse: A vida de seis alunos do ensino médio em torno da loja de conveniencia no caminho da escola, falando sobre a sua vida e conhecendo cada uma das meninas que acabam gostando:
Haruki Mishima x Miharu Mashiki
Towa Honda x Mami Mihashi
Mikado Nakajima x Waka Kisaki
Nasa Sanagi x Nozomi Itokawa
Natsu Asumi x Kokono Minowa
Masamune Sakurakouji x Aki Kasukai

Konbini Kareshi é um conteúdo de mídia destinado a leitores femininos, que começou através de uma revista de jogo B's Log desde março de 2015. Há quatro mooks (livros no estilo de revistas) com CDs de drama lançados.

Elenco do Drama CD
Haruki Mishima: Takuma Terashima (Seikaisuru Kado)
Towa Honda: Kenichi Suzumura (Kuroko no Basket: Last Game)
Mikado Nakajima: Shinnosuke Tachibana (Kamisama Hajimemashita)
Nasa Sanagi: Yuki Kaji (Shingeki no Kyojin Season 2)
Natsu Asumi: Hiroshi Kamiya (Natsume Yuujinchou Roku)
Masamune Sakurakouji: Takahiro Sakurai (Berserk (2017))
Miharu Mashiki: Sayaka Kanda (Sword Art Online Movie: Ordinal Scale)
Aki Kasukai: Yui Horie (K: Return of Kings)
Nozomi Itokawa: Ami Koshimizu (Bishoujo Senshi Sailor Moon Crystal)
Kokono Minowa: Miyuki Sawashiro (Hunter x Hunter (2011))
Mami Mihashi: Rie Kugimiya (Gintama.)
Waka Kisaki: Yukari Tamura (Ano Natsu de Matteru)

Staff:
Plano Original de Personagem: Makoto Senzaki
Diretor: Hayato Date (Naruto, Gensoumaden Saiyuuki)
Series Composition: Sayaka Harada (Starmyu)
Design de Personagem: Tomomi Ishikawa (Diretor chefe de Animação Persona 3 the Movie 4: Winter of Rebirth)
Estúdio: Pierrot (Naruto, Bleach)
Produção Cooperativa: Studio Pierrot +

Site oficial do anime: http://www.tbs.co.jp/anime/konbini/
Twitter oficial: @cvk_kd

Comentários: Anime com foco no publico feminino, de bishounens e tudo mais. A staff não é boa, o diretor ao menos é muito experiente, mas não tanto com o gênero. E o estúdio não é bom, pierrot é bem irregular. Não esperaria muito.

Staff e Elenco do anime "Action Heroine Cheer Fruits" anunciados

O site oficial para o anime original anunciado anteriormente Action Heroine Cheer Fruits atualizou e anunciou a staff e membros do elenco. A série de TV está programada para o verão de 2017 via TBS e BS-TBS.

PV de introdução aos personagens: Link

Elenco:
Misaki Kurogane: M.A.O (Mao Ichimichi) (Kaitou Tenshi Twin Angel (TV))
Roko Kuroki: Rie Murakawa (Non Non Biyori)
An Akagi: Miku Itou (Futsuu no Joshikousei ga [Locodol] Yattemita.)
Mana Midorikawa: Yuuki Hirose (Minami Kamakura Koukou Joshi Jitensha-bu)
Yuuki Aoyama, Genki Aoyama: Haruka Ishida (AKB0048)
Mikan Kise: Erii Yamazaki (Frame Arms Girl)
Hatsuri Momoi: Moe Toyota (Hibike! Euphonium)
Kanon Shimura: Haruka Shiraishi (Sanzoku no Musume Ronja)

Staff:
Direção: Keizou Kusakawa (Fuuka, Campione)
Series Composition: Naruhisa Arakawa (Active Raid: Kidou Kyoushuushitsu Dai Hachi Gakari)
Design de Personagens: Naomi Ide (Kantai Collection: KanColle)
Produção Musical: Nippon Columbia
Estúdio: Diomedea (Fuuka, Campione!)

Comentários: Staff mediana pra boa no geral, diretor é experiente e até se sai bem dependendo o anime, e o estúdio tem boa animação, mas não tanto para ação. Mas veremos como pode sair, acho que pode se sair bem.

Anime ReLife terá quatro episódios finais em Março de 2018



Foi anunciado em um evento especial para ReLIFE intitulado "ReLIFE Jikken Houkoku-kai" que o anime ReLife terá quatro episódios extras em Março de 2018. Intitulado "Kanketsu-hen" (Conclusão), serão lançados em conjunto em um Blu-Ray/DVD.

PV: Link

A staff dos episódios finais será a mesma do anime para a TV, com o diretor Satoru Kosaka dirigindo o anime no estúdio TMS Entertainment (D.Gray-man, Kamisama Hajimemashita). Youji Ikuta, vocalista da banda PENGUIN RESEARCH e seiyuu, também foi convidado e apareceu no evento como um "hóspede secreto" e anunciou que ele vai se juntar ao elenco.

Sinopse da obra: A história segue Kaizaki Arata, um homem desempregado de 27 anos de idade, que falha em cada entrevista de emprego que ele tinha após abandonar sua última empresa. Sua vida muda depois que ele conheceu Yoake Ryou do Instituto de Pesquisa ReLIFE, que lhe oferece uma droga que pode mudar sua aparência para 17 anos de idade e tornar-se a cobaia em um experimento de um ano. Assim, ele começa a sua vida como um estudante do ensino médio, mais uma vez.

O manga de ReLife é publicado digitalmente no app da Comico desde outubro de 2013, e está atualmente em publicação.

Comentários: Eu fiquei realmente feliz com essa notícia, ReLife foi um anime que eu gostei bastante. Mas esses quatro episódios, se forem mesmo os "episódios finais", terão um final original diferente do manga, que ainda está em andamento e não tão perto de terminar. Talvez termine até março de 2018, mas mesmo que tentasse adaptar tudo, não daria muito certo em quatro episódios, muito material, e o anime já teve o 12° episódio diferente do manga, então, vai ser algo original. O Live-Action também teve um final original, segundo os comentários. Além disso, não lembro de nenhum personagem masculino novo no manga, então não sei que papel o cara ali vai fazer. Esperaremos, mas foi uma ótima notícia.

Staff, Elenco, PV e estreia em outubro de "Code:Realize" liberados

O evento "Code: Realize Fantastic Party" na cidade de Kawasaki revelou que a adaptação em anime já revelada do jogo Code:Realize: Sousei no Himegimi, jogo da Idea Fabric e da Design Factory, vai estrear em outubro. O site do anime também revelou o elenco e staff, e um vídeo promocional.

PV: Link

O elenco do anime é:

Saori Hayami como Cardia
Tomoaki Maeno como Arsène Lupin
Junichi Suwabe como Abraham Van Helsing
Tetsuya Kakihara como Victor Frankenstein
Showtaro Morikubo como Impey Barbicane
Daisuke Hirakawa como Conde Saint-Germain
Yuuki Kaji como Finis

Staff:
Diretor: Hideyo Yamamoto (Strike the Blood, New Prince of Tennis)
Series Composition: Sayaka Harada (Starmyu)
Supervisão de Cenarios: Joe
Design Original de Personagens: Miko
Adaptação do Design de Personagens: Aya Nakanishi (Lady Jewelpet)
Diretor Principal de Animação: Akiharu Ishii (Shouwa Genroku Rakugo Shinjuu)
Música:  Ryou Takahashi
Diretor de Arte: Tooru Minatani (Atelier Rourke 07)
Cor Chave: Yuko Tsumori
Diretor de Fotografia: Tomomi Saitou
Edição: Masayuki Kurosawa
Produção de Som: Dax Production
Estúdio: M.S.C (Série Prince of Tennis)

Sinopse do Jogo: Restrita a uma mansão abandonada nos arredores de Londres em cumprimento de uma promessa a seu pai, a solitária Cardia vive o dia-a-dia isolada do mundo. Seu corpo carrega um veneno mortal que apodrece ou derrete qualquer coisa que sua pele toca, levando os habitantes a chamá-la de "monstro".
Sua última conversa com seu pai dois anos atrás, dizendo-lhe para ficar fora da vista e nunca se apaixonar, é o mais longe que ela pode se lembrar. Um dia, sua calma solidão é interrompida quando os Guardas Reais invadem para capturá-la. É então que Cardia encontra Arsène Lupin, um ladrão cavalheiresco, que a ajuda a escapar das garras dos soldados. Ela logo encontra-se em uma viagem com Lupin para localizar seu pai, que detém as respostas para sua condição misteriosa. Os dois são logo acompanhados por mais quatro cavalheiros interessantes e bonitos ...

Code: Realize ~ Guardian of Rebirth ~ originalmente foi lançado no Japão para o PlayStation Vita em novembro de 2014. O jogo apresenta uma estética steampunk e um elenco de figuras literárias e históricas, incluindo Arsène Lupin, Abraham Van Helsing, Victor Frankenstein e Impey Barbicane., e o Conde Saint-Germain. O jogo recebeu um fandisc intitulado: Realize ~ Shukufuku no Mirai ~ para o PS Vita no Japão em 24 de novembro.

Comentários: Staff não é das melhores, o diretor é pouco experiente no geral, e esse estúdio basicamente só trabalhou em anime de tênis, faz tempo que não faz nada também, não sei o que esperar dele. O anime parece ter foco no publico feminino, o jogo é um jogo Otome se não me engano.

Pequenas Notícias:

- Anime Hitorijime My Hero irá estrear em julho

- Anime Donten ni Warau Gaiden será três filmes de 1 hora cada.

- Primeiro PV do Filme de Seitokai Yakuindomo liberado

- Anime Sakura Quest terá 25 episódios

- Novo PV do filme King of Prism: PRIDE the HERO liberado

- Novo PV de Soutai Sekai liberado

- Manga Keijo!!!! irá acabar na próxima edição da revista Weekly Shounen Sunday


---------------------------------------------------------------------------------------------------------

Notícias de outras semanas: Link

Staff, Elenco, PV e estreia em outubro de "Code:Realize" liberados



O evento "Code: Realize Fantastic Party" na cidade de Kawasaki revelou que a adaptação em anime já revelada do jogo Code:Realize: Sousei no Himegimi, jogo da Idea Fabric e da Design Factory, vai estrear em outubro. O site do anime também revelou o elenco e staff, e um vídeo promocional.

PV: 



O elenco do anime é:

Saori Hayami como Cardia
Tomoaki Maeno como Arsène Lupin
Junichi Suwabe como Abraham Van Helsing
Tetsuya Kakihara como Victor Frankenstein
Showtaro Morikubo como Impey Barbicane
Daisuke Hirakawa como Conde Saint-Germain
Yuuki Kaji como Finis

Staff:
Diretor: Hideyo Yamamoto (Strike the Blood, New Prince of Tennis)
Series Composition: Sayaka Harada (Starmyu)
Supervisão de Cenarios: Joe
Design Original de Personagens: Miko
Adaptação do Design de Personagens: Aya Nakanishi (Lady Jewelpet)
Diretor Principal de Animação: Akiharu Ishii (Shouwa Genroku Rakugo Shinjuu)
Música:  Ryou Takahashi
Diretor de Arte: Tooru Minatani (Atelier Rourke 07)
Cor Chave: Yuko Tsumori
Diretor de Fotografia: Tomomi Saitou
Edição: Masayuki Kurosawa
Produção de Som: Dax Production
Estúdio: M.S.C (Série Prince of Tennis)

Sinopse do Jogo: Restrita a uma mansão abandonada nos arredores de Londres em cumprimento de uma promessa a seu pai, a solitária Cardia vive o dia-a-dia isolada do mundo. Seu corpo carrega um veneno mortal que apodrece ou derrete qualquer coisa que sua pele toca, levando os habitantes a chamá-la de "monstro".
Sua última conversa com seu pai dois anos atrás, dizendo-lhe para ficar fora da vista e nunca se apaixonar, é o mais longe que ela pode se lembrar. Um dia, sua calma solidão é interrompida quando os Guardas Reais invadem para capturá-la. É então que Cardia encontra Arsène Lupin, um ladrão cavalheiresco, que a ajuda a escapar das garras dos soldados. Ela logo encontra-se em uma viagem com Lupin para localizar seu pai, que detém as respostas para sua condição misteriosa. Os dois são logo acompanhados por mais quatro cavalheiros interessantes e bonitos ...

Code: Realize ~ Guardian of Rebirth ~ originalmente foi lançado no Japão para o PlayStation Vita em novembro de 2014. O jogo apresenta uma estética steampunk e um elenco de figuras literárias e históricas, incluindo Arsène Lupin, Abraham Van Helsing, Victor Frankenstein e Impey Barbicane., e o Conde Saint-Germain. O jogo recebeu um fandisc intitulado: Realize ~ Shukufuku no Mirai ~ para o PS Vita no Japão em 24 de novembro.

Comentários: Staff não é das melhores, o diretor é pouco experiente no geral, e esse estúdio basicamente só trabalhou em anime de tênis, faz tempo que não faz nada também, não sei o que esperar dele. O anime parece ter foco no publico feminino, o jogo é um jogo Otome se não me engano.

Anime ReLife terá quatro episódios finais em Março de 2018



Foi anunciado em um evento especial para ReLIFE intitulado "ReLIFE Jikken Houkoku-kai" que o anime ReLife terá quatro episódios extras em Março de 2018. Intitulado "Kanketsu-hen" (Conclusão), serão lançados em conjunto em um Blu-Ray/DVD.

PV:

A staff dos episódios finais será a mesma do anime para a TV, com o diretor Satoru Kosaka dirigindo o anime no estúdio TMS Entertainment (D.Gray-man, Kamisama Hajimemashita). Youji Ikuta, vocalista da banda PENGUIN RESEARCH e seiyuu, também foi convidado e apareceu no evento como um "hóspede secreto" e anunciou que ele vai se juntar ao elenco.

Sinopse da obra: A história segue Kaizaki Arata, um homem desempregado de 27 anos de idade, que falha em cada entrevista de emprego que ele tinha após abandonar sua última empresa. Sua vida muda depois que ele conheceu Yoake Ryou do Instituto de Pesquisa ReLIFE, que lhe oferece uma droga que pode mudar sua aparência para 17 anos de idade e tornar-se a cobaia em um experimento de um ano. Assim, ele começa a sua vida como um estudante do ensino médio, mais uma vez.


O manga de ReLife é publicado digitalmente no app da Comico desde outubro de 2013, e está atualmente em publicação.

Comentários: Eu fiquei realmente feliz com essa notícia, ReLife foi um anime que eu gostei bastante. Mas esses quatro episódios, se forem mesmo os "episódios finais", terão um final original diferente do manga, que ainda está em andamento e não tão perto de terminar. Talvez termine até março de 2018, mas mesmo que tentasse adaptar tudo, não daria muito certo em quatro episódios, muito material, e o anime já teve o 12° episódio diferente do manga, então, vai ser algo original. O Live-Action também teve um final original, segundo os comentários. Além disso, não lembro de nenhum personagem masculino novo no manga, então não sei que papel o cara ali vai fazer. Esperaremos, mas foi uma ótima notícia.

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Top 10 Animes da Temporada de Inverno (Janeiro) de 2017



Fala Pessoal, trazendo aqui os que foram para mim os melhores animes dessa temporada de Janeiro que passou, deixando claro antes de mais nada, é a minha opinião, ou seja, não precisa e nem deve ser igual a de vocês. As considerações para o Top foram:

- Sem Curtas;
- Com continuações;
- Animes que terminaram nessa temporada, ou seja, entram também os que começaram em outras, mas terminaram nessa;

É isso, aproveitem e deixem o top de vocês nos comentários!!

(Quem quiser ver quais foram os animes dessa temporada, aqui: Link)

Versão em vídeo:



10° - Akiba's Trip The Animation

Informações:
Tipo: TV
Fonte: Jogo
N° De Episódios: 13
Duração: 24 minutos
Gêneros: Ação, Aventura, Ecchi, Seinen, Sobrenatural
Estúdio: Gonzo (Rosario to Vampire, Hellsing)
Diretor: Hiroshi Ikehata (Robot Girls Z, Sore ga Seiyuu!)
PVs: PV1PV2
My Anime List: Link

Sinopse: Situado em Akihabara, a área de compras foi invadida por criaturas conhecidas como "Synthisters" que se aproveitam dos patronos de Akihabara, banqueteando-se com a sua energia social e vontade de viver. Estes inimigos só podem ser parado por exposição direta à luz solar, ou seja, para derrotar estes synthisters suas roupas precisam ser rasgadas para expô-los à luz solar.

Comentários: Um anime de ecchi e ação aonde as pessoas tem que serem despidas para serem derrotadas, pra que algo melhor que isso?? Bom, falando serio, o ecchi no anime é bem leve, bem mais do que eu achei que seria, e o que me faz colocar esse anime aqui, são as inúmeras referencias as coisas da cultura otaku que são parodiadas no anime, como o episódio que é inteiro uma parodia de Yu-Gi-Oh, tirando sarro de todos os clichês. Ou então episódio sobre computadores, e outras coisas.

É um anime divertido no geral, mas peca na história simples e meio maluca mas que tem um final fechado, o que é interessante. Os personagens que em geral não são muito carismáticos, exceto a garota loira, que é uma excêntrica muito divertida. A animação e outros aspectos também não são nada demais, mas até são aceitáveis. Em geral, é um anime que foi divertido de assistir por suas referencias

Nota: 7/10

9° - Gabriel DropOut

Informações:
Tipo: TV
Fonte: Manga
N° De Episódios: 12
Duração: 24 minutos
Gêneros: Comédia, Escola, Shounen, Sobrenatural
Estúdio: Doga Kobo (Gekkan Shoujo Nozaki-kun, Himouto! Umaru-chan)
Diretor: Masahiko Oota (Himouto! Umaru-chan, Kotoura-san)
PVs: PV1PV2
My Anime List: Link

Sinopse: O Anjo Chefe veio para a Terra! No entanto, ela se tornou tão acostumada com a vida na Terra que ela ignora a escola e continua a jogar jogos online. É uma comédia na escola que Gabriel se transforma em um anjo preguiçoso!

Comentários: Garotas fofas fazendo fofuras? Sim, isso mesmo, mas dessa vez as garotas fofas são anjos e demônios, e as fofuras são as mais variadas se você pensar nesse grupo de seres. É um anime de comédia, foi divertido para mim, mas pode não ser para você, comédia é sempre relativo. Gosto principalmente do fato que elas não são aquelas garotas clichês, digo, a protagonista, Gabriel, é uma gamer do tipo mais viciado, e a outra anjo, Raphael, é uma sadista. Enquanto nos demônios, a Satanya leva a serio o nome e tenta ser o Satan, mas claro, isso é um anime de comédia, tudo que ela faz dá errado ou então são maldades toscas. E a outra demônio, Vignette, é a pessoa mais bondosa do anime. Eu fiz toda essa introdução pra dizer que os personagens são diferentes, tem os padrões invertidos muitas vezes, a Gabriel faz mais mal ao mundo do que os demônios, então, isso que eu acho engraçado, porque as situações são invertidas. Resumindo, foi uma comédia divertida.

Quanto aos aspectos técnicos, nada a reclamar, animação é muito boa, trilha sonora idem, e a direção é muito boa para comédia, tem um bom tempo de piadas.

(Extra: O anime tem a mesma staff de Himouto! Umaru-chan, e tem até um estilo parecido, mas eu acho umaru mais engraçado, porém, fica a dica para quem gostou de Umaru)

Nota: 7,5/5

8° - Kuzu no Honkai

Informações:
Tipo: TV
Fonte: Manga
N° De Episódios: 12
Duração: 24 minutos
Gêneros: Drama, Romance, Escola, Seinen
Estúdio: Lerche (Danganronpa, Ansatsu Kyoushitsu)
Diretor: Masaomi Ando (White Album 2, Gakkougurashi!)
PVs: PV1PV2PV3
My Anime List: Link

Sinopse: Awaya Mugi e Yasuraoka Hanabi parecem ser o casal ideal. Eles são ambos muito populares, e eles parecem servir bem um ao outro. No entanto, os outros não sabem do segredo que partilham. Ambos Mugi e Hanabi têm desejos escondidos por outro alguém, e eles só estão namorando para aliviar a solidão. Mugi ama Minagawa Akane, uma jovem professora que costumava ser sua tutora em casa. Hanabi também ama um professor, um jovem que tem sido um amigo da família desde que ela era pequena. No outro, eles encontram um lugar onde eles podem lamentar por aqueles que não podem ter, e eles compartilham uma intimidade física orientada por solidão. As coisas vão ficar assim com eles para sempre?

Comentários: Um anime que causou polemica nessa temporada, graças a seus personagens fora dos padrões, muita traição, romance distópico e até um que de realismo. A história dele é basicamente mostrar as relações entre os protagonistas, e os romances correspondidos ou não. Mas o anime trata tudo de uma maneira mais fria e cínica, assim são os personagens. Não temos um personagem dito normal, todos aqui parecem que querem fazer de tudo apenas para o próprio bem, mesmo que seja ferir os outros. E isso eu gosto bastante, mas algumas coisas são exageradas, e acabam perdendo a realidade graças a isso. As pessoas que são más nesse anime, são más em um nível exagerado, ao mesmo tempo que é pregado que elas podem se redimir, isso para mim me desagrada.

Mas eu acho interessante que a história é fechada, temos uma conclusão, apesar de eu não achar um final magnifico, até achar forçado em alguns pontos, ter final fechado é sempre algo positivo. Em geral, é um bom anime de romance distópico, e isso que me agrada, o fato de fugir dos padrões.

Os aspectos técnicos do anime são muito bons, a animação é muito bonita, e a trilha sonora e direção são fantásticas, e isso ajuda muito o anime no geral.

Nota: 7,5/10

7° - Youjo Senki

Informações:
Tipo: TV
Fonte: Novel
N° De Episódios: 12
Duração: 24 minutos
Gêneros: Militar, Magia
Estúdio: NUT 
Diretor: Yutaka Uemura (Dantalian no Shoka, Punch Line)
PVs: PV1PV2CM1PV3
My Anime List: Link

Sinopse: Na linha de frente da guerra, há uma menina. Cabelos loiros, olhos azuis e pele de porcelana branca, ela comanda o exército com voz suave. O nome dela é Tanya Degurechaff. Mas, na realidade, ela é da elite do Japão, renascida como uma menina depois de irritar um ser misterioso que se chama de Deus. Esta menina, que prioriza a eficiência sobre qualquer outra coisa, vai se tornar o ser mais perigoso entre os feiticeiros do exército imperial.

Comentários:  A história do anime é de certa forma um isekai, e ela me atraiu muito desde o inicio graças ao fato de se passar em uma primeira guerra mundial distópica, e isso sempre me agrada. A Tanya faz parte do exercito, e nós vemos como o Império (Alemão) avança pela guerra lutando contra seus inimigos. Nós temos muitas táticas de guerra no anime, e um bom avanço na história da guerra. Mas o foco aqui é a protagonista e como ela lida com o que acontece. A protagonista é uma sádica maluca, e é por isso que muitos gostam do anime, eu acho isso interessante, porque é um tipo de protagonista que não se vê toda hora. Mas o fato dela ser forte demais acaba tirando um pouco da graça do anime.

Mas a história vai se desenrolando bem, sempre com foco no lado da Tanya, mas vemos ela evoluindo como personagem enquanto a guerra vai acontecendo, então, acho isso interessante. Não concordo com alguns pontos, o que mais me irrita é porque o Deus desse anime, Existência X, se importar tanto com a Tanya a ponto de fazer varias coisas para atrapalhar ela, é algo injustificado, e isso me incomoda.

Quanto aos personagens do anime, infelizmente eles são todos mal desenvolvidos, com exceção da protagonista, que tem tempo de tela até demais, o resto aparece pouco, e não tem muito desenvolvimento, então quando algo acontece com algum deles, isso não afeta quem assiste, e isso me incomoda. Desenvolver só um personagem enquanto deixa os outros de lado é ruim, já que um bom anime precisa de um bom elenco. Mas em compensação eu gosto da Tanya por sua personalidade diferente, cínica, egoísta, raro de se ver em protagonistas. As vezes isso é exagerado, mas dá para dizer que é uma boa personagem. Fora que alguns momentos não dá para levar a serio as coisas que uma loli de 10 anos maniaca fala, somando a voz engraçada que ela tem.

Agora vou falar do pior ponto do anime, a animação. Basicamente o estúdio destruiu a belíssima arte da light novel com esse design horrível que foi feito, vou deixar abaixo algumas comparações. A animação é feia, e bem inconsistente, foi a primeira obra do estúdio, e parece ter sido feita bem as pressas, tanto que tivemos episódio recap e alguns episódios atrasados, infelizmente. A direção também tinha problema para impactar algumas cenas, fazendo elas ficarem simples demais, principalmente nas batalhas. A trilha-sonora é o único ponto positivo dos aspectos técnicos, essa era sim muito boa, e dava tensão as cenas.

Resumindo, para quem gosta de guerra, ação, protagonista overpowered e não liga para alguns aspectos técnicos e o fato da protagonista ser uma loli de 10 anos maniaca, o anime é uma boa pedida.

(Link para o review completo: Link)

Nota: 7,7/10

6° - Demi-chan wa Kataritai

Informações:
Tipo: TV
Fonte: Manga
N° De Episódios: 12
Duração: 24 minutos
Gêneros: Comédia, Fantasia, Escola, Seinen
Estúdio: A-1 Pictures (Sword Art Online, BokuMachi)
Diretor: Diretor: Ryou Andou (Gate)
PVs: PV1PV2CM1PV3
My Anime List: Link

Sinopse: Súcubo, Dullahan e vampiro. Eles são conhecidos como Ajin, ou os "demi" e são um pouco diferente do ser humano normal. Eles viveram ao lado dos humanos desde a antiguidade. No entanto, nos últimos anos, tornaram-se aceitos como membros da sociedade. O manga segue um professor de biologia do ensino médio que tem um grande interesse em demis e sua interação com os diversos demis em sua escola, cada um com seus próprios problemas.

Comentários: O mais interessante de Demi-chan é que ele trata de uma maneira natural as garotas demis, e tenta mostrar como elas se encaixam no nosso mundo, foi muito mais um anime de Slice-of-life do que comédia como eu achei que seria. A maneira que o anime apresentava as relações entre as garotas, e com o professor, era muito interessante e natural, como se aquilo fosse mesmo a realidade, e isso que é muito bom. É muito interessante ver como as garotas lidam com o dia a dia, e como o professor ajuda elas nisso.

A história em si não é nada além disso, é um slice of life simples que mostra o desenvolvimento dessas garotas. Então é por isso que pode não agradar muitos, mas é um anime muito bom no geral, isso sim. O final é em aberto, mas para esse tipo de slice of life não afeta tanto.

Os aspectos técnicos são bons no geral, a animação não precisava de muito, e se saiu bem graças a isso. A direção é boa para o estilo slice of life, o diretor foi bem nesse quesito. E trilha sonora combina bem. Resumindo, um slice of life muito bom.

Nota: 8/10

5° - 3-gatsu no Lion

Informações:
Tipo: TV
Fonte: Manga
N° De Episódios: 22
Duração: 24 minutos
Gêneros: Drama, Jogo, Slice of Life, Seinen
Estúdio: Shaft (Monogatari Series, Nisekoi)
Diretor: Akiyuki Shinbou (Nisekoi, Monogatari Series)
PVs: PV1PV2
My Anime List: Link

Sinopse: Rei Kiriyama é um rapaz de 17 anos de idade, que recentemente começou a viver sozinho, financiado pelo seu salário como um jogador de Shogi profissional. Apesar de sua independência, no entanto, ele ainda está a amadurecer emocionalmente, e seus problemas continuam a assombrá-lo em sua vida diária. Seu relacionamento com sua família adotiva é tensa, e ele tem dificuldades de interagir com seus colegas do ensino médio. Enquanto isso, sua carreira profissional entrou em uma recessão. Sobrecarregado com as expectativas pesadas colocadas sobre ele, suas vitórias e derrotas são alternantes e seu registro e progressão nos ranks começar a estagnar.
Familiarizado com Rei são as três irmãs Kawamoto: Akari, Hinata, e Momo. Ao contrário de Rei, elas vivem felizes em sua casa modesta, que acolhem com satisfação Rei como se ele fosse da família. Ele visita elas frequentemente, interagindo com elas e recebendo todo o tipo de cuidado e carinho que ele nunca teve enquanto sob o seu lar adotivo.
Esta é a história de triunfos e fracassos de Rei, relacionamentos novos e antigos, e seu crescimento como pessoa.

Comentários: Uma obra de altos e baixos, lenta, porém com muita história e conteúdo subjetivo, que precisa ser analisado e entendido, e varia de pessoa para pessoa. Enfim, o anime mostra a vida do protagonista, o garoto prodígio no shogi, mas com uma família e vida perturbadas, então nos vemos os sentimentos dele de uma maneira muitas vezes subjetiva, outras vezes direta. É um anime frio, muito psicológico, que tem o shogi como um protagonista, mas não precisa entender ou gostar de shogi para gostar do anime (o que foi meu caso por exemplo).  Mas sim, alguns momentos são focados apenas no shogi e como ele faz as partidas dele, e isso muitas vezes é desinteressante.

A história caminha sim muito lentamente, mas o próprio manga é assim, e é a intenção do anime, o publico dele é quem gosta desse estilo. Eu gosto muito de como o anime trata o relacionamento dele com a família, amigos e tudo mais, é natural, e mostra como ele sofre por coisas e tudo que um garoto de 17 anos tem como problemas psicológicos, digo, os sofrimentos que ele passa. Isso é interessante.

Mas como eu disse, é uma obra de altos e baixos, isso porque alguns momentos o anime fica chato por tratar de coisas que não interessam, ou não passar direito o sentimento que pretendia. Mas boa parte do anime é de altos, mas muito subjetivo a quem vê.

Quanto aos aspectos técnicos, tudo é perfeito. Esse diretor é famoso e muito bom, o que ele fez aqui é fantástico, os quadros que ele usa, as cores, mudança delas, trilha sonora, direção no geral, tudo é fantástico, eu não tenho nada a reclamar nesse quesito.

Resumindo, uma boa obra pra quem gosta de algo tratando mais do psicológico de uma pessoa, e não se importar com alguns momentos com foco no shogi.

Nota: 8,25/10

4° - Kobayashi-san Chi no Maid Dragon

Informações:
Tipo: TV
Fonte: Manga
N° De Episódios: 13
Duração: 24 minutos
Gêneros: Comédia, Slice of Life, Fantasia
Estúdio: Kyoto Animation (Clannad, Hyouka)
Diretor: Yasuhiro Takemoto (Hyouka, Amagi Brilliant Park)
PVs: PV1PV2
My Anime List: Link

Sinopse: Kobayashi vive sozinha em um apartamento, até que um dia, Tooru apareceu e eles acabaram morando juntos. Tooru vê seres humanos como inferiores e tolos, mas tendo sido salva por Kobayashi-san, ela faz tudo que pode para pagar a dívida e ajudá-la com várias coisas, embora nem tudo corre conforme o planejado.
Uma comédia de vida cotidiana sobre uma senhora de escritório trabalhadora vivendo com uma garota dragão.

Comentários: Garotas fofas fazendo fofuras, só que nesse caso, as garotas são dragões fofos fazendo coisas de dragões, o que não é algo que se vê toda hora. Mas falando mais serio, o anime é um slice of life muito bom e divertido, a história vai mostrando como os dragões lidam com o nosso dia a dia, de uma maneira divertida e muito interessante.

O que faz esse anime tão bom é com certeza os personagens, são todos muito carismáticos, e no caso nem é um elenco só de garotas, mas elas são o foco. A Tooru é muito divertida, a Kobayashi é engraçada por ser diferente, é uma programadora mais seria e indiferente ao mundo. E claro, o anime aqui tem a melhor loli de todas, a Kanna. Eu não gosto de Lolis, mas essa é tão fofa que é impossível não amar. Enfim, é um elenco muito bom de personagens.

A comédia do anime é divertida no geral, acho engraçado como elas lidam com as coisas, é muito bem conduzida, mas novamente, comédia é bem subjetivo. Em compensação, a parte de slice of life é bem interessante.

Em aspectos técnicos, o anime se sai muito bem, a animação é perfeita, inclusive com cenas de luta melhores que muitos animes por ai que tem foco em lutas. A trilha sonora é muito boa e a direção tem bom tempo de piada. Resumindo, bons aspectos técnicos.

Resumindo, é um ótimo anime de slice of life com comédia e com história diferente, já que ver dragões garotas no nosso dia a dia não é algo tão comum.

Nota: 8,25/5

3° - Shouwa Genroku Rakugo Shinjuu: Sukeroku Futatabi-hen

Informações:
Tipo: TV
Fonte: Manga
N° De Episódios: 12
Duração: 24 minutos
Gêneros: Drama, Josei
Estúdio: Deen (Fate/Stay Night, Higurashi no Nako Koro ni)
Diretor: Shinichi Omata (Sankarea)
PVs: CM1PV1
My Anime List: Link

Sinopse: Segunda temporada de Shouwa Genroku Rakugo Shinjuu

Comentários: Continuação de Rakugo, vou ser bem breve aqui porque é para quem viu a primeira temporada. O anime continuou com a mesma qualidade da primeira temporada, desse vez focando no ex-presidiario, que para mim foi um ponto negativo até boa parte do anime, porque ele é um protagonista bem mais chato se comparado ao Sukeroku, mas eu fui aprendendo a gostar dele, ou ao menos me acostumei.

A história termina fechada, e essa temporada é muito dramatica, bem mais que a primeira. A história continuou sendo conduzida na mesma qualidade e ritmo da primeira, e o final fechado é muito interessante.

Resumindo, gostou da primeira, veja essa temporada, não gostou, não vai gostar dessa provavelmente. (Link para o review que eu fiz da primeira season: Link)

Nota: 8,5/10

2° - Kono Subarashii Sekai ni Shukufuku wo! 2nd Season

Informações:
Tipo: TV
Fonte: Light Novel
N° De Episódios: 10
Duração: 24 minutos
Gêneros: Aventura, Comédia, Magia, Fantasia, Sobrenatural
Estúdio: Deen (Fruits Basket, Kore wa Zombie Desu ka?)
Diretor: Takaomi Kanasaki (Kore wa Zombie Desu ka?, Tokyo Ravens)
PVs: PV1
My Anime List: Link

Sinopse: Segunda temporada de Kono Subarashii Sekai ni Shukufuku wo!

Comentários:  A maior pergunta que quem estiver lendo isso deve ter é se KonoSuba manteve a mesma qualidade (boa ou ruim, depende do seu ponto de vista) da primeira temporada, e a resposta para isso é sim, manteve a mesma qualidade. E na minha opinião foi tão divertida quanto a primeira, eu considero KonoSuba um dos melhores animes recentes no quesito.

A história do anime continuou de onde tinha parado, e se resume muito aos protagonistas fazendo quests variadas cheias de humor e problemas, mas nos últimos episódios tivemos uma mudança de cenário que foi muito positiva, foi um arco muito bom. Em questão da comédia do anime, tivemos episódios mais fracos, mas episódios tão divertidos ou melhores que os melhores da primeira temporada, então no geral foi a mesma qualidade da primeira temporada.

Mas a história em si não progrediu tanto assim, tivemos uns arcos a mais, mas não temos eles se aproximando do objetivo final, mas o estilo do anime é assim, pouca progressão em arcos separados, com mais comédia do que aventura mesmo. Inclusive continuo achando que os episódios mais focados na comédia/ Slice of Life são melhores que os de aventuras, com exceção do episódio final, que foi simplesmente fantástico.

Quanto aos personagens, além dos protagonistas, tivemos poucos personagens novos que tiveram alguma importância, mas breve. O anime continua focando no grupo de protagonistas, usando as características deles como piadas, que quase sempre funciona, só o problema que de vez em quando é forçada a piada do Sadomasoquismo da Darkness, o que perde a graça, mas em geral são personagens muito bons.

Nos aspectos técnicos, a animação conseguiu piorar, estava muito mais inconsistente, alguns momentos a animação errada é proposital e ajuda na piada, mas outros momentos é ruim mesmo. Mas ela se sai bem em alguns momentos, o ultimo episódio gastou mais verba que os outros nove juntos, digo isso pela qualidade que teve se comparado ao resto. Mas a animação não atrapalha em quase nada. Direção é fantástica, esse diretor tem uma criatividade e tempo de humor perfeitos. Trilha-sonora é muito boa e bem utilizada.

Resumindo, KonoSuba 2 é mais do mesmo que tivemos na primeira temporada, o que para quem gostou como eu é algo fantástico, não há razões para não assistir essa continuação.

(Link para o review da primeira temporada: link)

(Link para o review completo: Link)

Nota: 8,5/10

1° - ACCA: 13-ku Kansatsu-ka

Informações:
Tipo: TV
Fonte: Manga
N° De Episódios: 12
Duração: 24 minutos
Gêneros: Drama, Policial
Estúdio: Madhouse (One Punch-Man, Death Note)
Diretor: Shingo Natsume (One Punch-Man, Space Dandy)
PVs: PV1PV2CM1PV3CM2CM3
My Anime List: Link

Sinopse: O reino de Dowa, que é subdividido em 13 estados, está celebrando o 99º aniversário de seu monarca. Estes treze estados têm muitas agências que são controlados pela organização gigante conhecido como ACCA. Dentro da ACCA, Jean Otis é o segundo em comando da agência de inspeção. Sua agência tem 10 pessoas colocadas em cada um dos 13 estados, com um escritório central na cidade capital. Eles mantem o controle de todas as atividades da ACCA em todo o reino, e mantem os dados no escritório da ACCA de cada estado fluindo em direção ao escritório central. Jean também faz muitas vezes viagens de negócios para os outros distritos, para verificar a situação e o pessoal de lá.

Comentários: O melhor anime dessa temporada para mim foi ACCA, e eu já imagino que muita gente deve estar discordando de mim agora, e eu entendo o porque. Muitos dizem que o anime é lento e cheio de coisas imuteis, mas apenas a primeira parte é verdade.

O anime é sim lento, é o estilo dele, mas possui um story-telling muito bom. Os episódios são cheios de pequenos detalhes, que muitas vezes parecem desnecessários, mas com o tempo vão fazendo sentido e se unindo, dando sentido a história.

A história por si só é muito boa, muito bem conduzida, com todos seus detalhes, e termina muito bem. Eu aprecio esse anime graças a essa história muito boa, a sinopse não conta algo importante da história, que é o que realmente move ela. Não é só o Jean indo nos distritos, existe todo um acontecimento gigante nos panos de fundo, e é isso que é interessante. A conclusão disso é ainda melhor e mais sutil, o final tem um plot twist fantástico, algo que eu realmente não esperava.

Claro, algumas coisas podem ser negativas, por exemplo, o protagonista é frio demais e não esboça reação a nada que acontece, e isso pode desagradar um pouco quem assiste. Além que tudo no anime acaba terminando em pão de forma, que é praticamente um elemento do plot. Pode não fazer sentido, mas no anime faz.

Sobre os outros personagens, a maioria do elenco é homem, mas tem algumas mulheres, e são todos importantes, alguns são mais carismáticos, mas a maioria combina com o clima do anime, são serios como o anime é, o que é muito bom.

Eu gosto também muito da ambientação do anime, os 13 distritos representam 13 lugares ou países diferentes do nosso mundo. Por exemplo, um dos distritos é os alpes suíços, outro é o velho oeste americano. E o anime tem muito de um clima noir, mistura a modernidade, como celulares, carros, com o clima de filmes de mafia dos anos 30, mais serio, noir mesmo. Isso para mim me agradou muito.

A animação é muito boa, e tem o clima que eu citei, o que deixa ainda melhor. A direção é boa também, soube conduzir bem a história. E a trilha-sonora é fantástica, tendo musicas no estilo anos 30, 40 mesmo, com jazz e afins, é uma ótima trilha sonora.

Resumindo todo o review, uma excelente história bem conduzida, com um ritmo lento mas cheia de detalhes, além de uma ambientação fantástica.

Nota: 8,75/10

quinta-feira, 20 de abril de 2017

Comentários Semanais: Akashic Records #03



O terceiro episódio finalizou o que parece ser o primeiro arco do anime, também o arco de introdução geral. Creio que isso seja equivalente ao primeiro volume da novel, que adaptado em três episódios faria sentido, não sendo tão apressado ou algo do tipo.

O episódio de finalização do arco foi muito mais sério do que os anteriores, tivemos poucas piadas no meio da parte seria, que bem conduzidas também foram engraçadas. Para começar o anime possui mortes, não mostrando elas explicitamente, mas ainda assim, ter isso em um anime que parecia ser mais uma adaptação de LN clichê é algo muito positivo, não só isso, mas o professor não tem medo de bater até matar, ele só faz o que é necessário para sobreviver, por isso esse personagem me agrada tanto.

Ele inclusive é mais op do que parecia, mesmo não tendo um grande nível de magia, ele sabe bem como usa-la e como ir contra ela, mas ele fez parte do exercito, como é dito, além de ser reconhecido como um grande assassino de magos, então ele não é bom só por ser, e sim por ter uma história para isso, o que já vale muito mais. Além disso, usar magia de alto nível deixa ele muito fraco, o que é mais legal, ele tem limitações.

A luta com o outro mago foi interessante, primeiro que ele tava cinza, ou seja, fraco, a luta toda, e isso já muda muita coisa. Segundo que ele usou da inteligencia e experiencia para vencer o cara, além da ajuda da garota, que subiu muito rápido para aonde eles estavam, mas isso é detalhe. Bom que no final ele não só imobilizou o cara, como matou ele, sem pena, o que é interessante. Só não sei como ele teve forças depois de levar cinco espadas no corpo.

No fim, o professor adorado por todos era o infiltrado, algo bem clichê, e a cena final foi de certa forma estranha. Digo, o cara não podia sair do circulo, mas ver ele parado olhando o protagonista fazer tudo foi de certa forma tosco, mas entendo que ele não podia fazer outra coisa, já que ele precisava estar ali para dar certo.

Professor não desistiu e conseguiu quebrar a magia, com a ajuda da princesa, que possui uma rara condição magica de dar boost em outras pessoas. Detalhe que o professor fala em não poder desistir, e sempre que fala isso, aparece uma garota, parecida com a protagonista, mas mais velha. Fica a curiosidade para saber quem ela é.

Em geral, foi um episódio mais sério, e muito interessante, ver que o protagonista não tem dó, e ataca para matar, além de ser mesmo um assassino de magos, foi interessante. Além disso, o fechamento do arco foi legal, mas muita coisa pode vir por ai, fico na espera.

Nota: 3,75/5

------------------------------------------------------------------------------

Comentários de Outras Semanas: Link

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Staff e Elenco do anime "Action Heroine Cheer Fruits" anunciados

O site oficial para o anime original anunciado anteriormente Action Heroine Cheer Fruits atualizou e anunciou a staff e membros do elenco. A série de TV está programada para o verão de 2017 via TBS e BS-TBS.

PV de introdução aos personagens:


Elenco:
Misaki Kurogane: M.A.O (Mao Ichimichi) (Kaitou Tenshi Twin Angel (TV))
Roko Kuroki: Rie Murakawa (Non Non Biyori)
An Akagi: Miku Itou (Futsuu no Joshikousei ga [Locodol] Yattemita.)
Mana Midorikawa: Yuuki Hirose (Minami Kamakura Koukou Joshi Jitensha-bu)
Yuuki Aoyama, Genki Aoyama: Haruka Ishida (AKB0048)
Mikan Kise: Erii Yamazaki (Frame Arms Girl)
Hatsuri Momoi: Moe Toyota (Hibike! Euphonium)
Kanon Shimura: Haruka Shiraishi (Sanzoku no Musume Ronja)

Staff:
Direção: Keizou Kusakawa (Fuuka, Campione)
Series Composition: Naruhisa Arakawa (Active Raid: Kidou Kyoushuushitsu Dai Hachi Gakari)
Design de Personagens: Naomi Ide (Kantai Collection: KanColle)
Produção Musical: Nippon Columbia
Estúdio: Diomedea (Fuuka, Campione!)

Comentários: Staff mediana pra boa no geral, diretor é experiente e até se sai bem dependendo o anime, e o estúdio tem boa animação, mas não tanto para ação. Mas veremos como pode sair, acho que pode se sair bem.

Projeto Multimidia "Konbini Kareshi" ganhará anime em Julho (Atualizado 20/04)



Atualizado com sinopse mais completa

A conta oficial do Twitter para o projeto multimídia Konbini Kareshi (ou Conbini Kareshi) anunciou que o projeto receberá uma adaptação em anime para a TV, prevista para o verão (julho) de 2017 via TBS e BS-TBS.

Sinopse: É primavera, em torno do momento em que os novos alunos começam a se acostumar com a vida de sua escola. Os alunos do primeiro ano do ensino médio Haruki Mishima e Toure Honda estão ansiosos para sua nova vida escolar. Enquanto isso, Nasa Sanagi, único membro do clube de pesquisa culinária, continua com suas atividades de clube do meio da escola, esforçando-se para trabalhar no tema que seu conselheiro estabeleceu para ele. O estudante do segundo ano Natsu Asumi, embora ele amadureceu um pouco desde o auge de sua impudência durante seu primeiro ano, no entanto, optou por permanecer sozinho este ano. Os alunos do terceiro ano, Mikado Nakajima e Masamuna Sakurakoji, observam-no com um sorriso. Todos eles vão visitar a loja de conveniência nas proximidades após uma escola.
Cada um dos alunos vai para lá por diferentes razões: comer sorvete depois das atividades do clube da escola, obter a última edição da revista de jogos desta semana, comprar ingredientes para cozinhar, encontrar amigos ou comprar seu pão favorito ou bebida de chocolate. A loja de conveniência torna-se o lugar que eles podem se encontrar, relaxar e fazer pequenas memórias.
A partir de agora, as razões que irão para a loja de conveniência vão começar a mudar lentamente.

Konbini Kareshi é um conteúdo de mídia destinado a leitores femininos, que começou através de uma revista de jogo B's Log desde março de 2015. Há quatro mooks (livros no estilo de revistas) com CDs de drama lançados.

Elenco do Drama CD
Haruki Mishima: Takuma Terashima (Seikaisuru Kado)
Towa Honda: Kenichi Suzumura (Kuroko no Basket: Last Game)
Mikado Nakajima: Shinnosuke Tachibana (Kamisama Hajimemashita)
Nasa Sanagi: Yuki Kaji (Shingeki no Kyojin Season 2)
Natsu Asumi: Hiroshi Kamiya (Natsume Yuujinchou Roku)
Masamune Sakurakouji: Takahiro Sakurai (Berserk (2017))
Miharu Mashiki: Sayaka Kanda (Sword Art Online Movie: Ordinal Scale)
Aki Kasukai: Yui Horie (K: Return of Kings)
Nozomi Itokawa: Ami Koshimizu (Bishoujo Senshi Sailor Moon Crystal)
Kokono Minowa: Miyuki Sawashiro (Hunter x Hunter (2011))
Mami Mihashi: Rie Kugimiya (Gintama.)
Waka Kisaki: Yukari Tamura (Ano Natsu de Matteru)

Staff:
Plano Original de Personagem: Makoto Senzaki
Diretor: Hayato Date (Naruto, Gensoumaden Saiyuuki)
Series Composition: Sayaka Harada (Starmyu)
Design de Personagem: Tomomi Ishikawa (Diretor chefe de Animação Persona 3 the Movie 4: Winter of Rebirth)
Estúdio: Pierrot (Naruto, Bleach)
Produção Cooperativa: Studio Pierrot +

Site oficial do anime: http://www.tbs.co.jp/anime/konbini/
Twitter oficial: @cvk_kd

Comentários: Anime com foco no publico feminino, de bishounens e tudo mais. A staff não é boa, o diretor ao menos é muito experiente, mas não tanto com o gênero. E o estúdio não é bom, pierrot é bem irregular. Não esperaria muito.

terça-feira, 18 de abril de 2017

Comentários Semanais: Little Witch Academia #15



Episódio interessante para vermos um pouco mais sobre as reais intenções da nova professora, que pelo visto de boazinha não tem nada. Pelo que pareceu ela sempre invejou a Chariot, mesmo tendo notas melhores que ela, a Chariot sempre causou inveja, talvez pela facilidade em magia, coisa que a Croix não tinha, ela tinha que se esforçar para. Também as duas tem um passado juntas, foi mostrado pouco, mas dá para ver que elas já foram amigas e agora são rivais.

Acho interessante como em muitos episódios a Diana aparece pouco, mas é sempre pesquisando sobre algo, isso serve para nos dar a história daquilo sem ser alguém contando toda hora, e sim alguém indo procurar. A Diana desconfia da Croix, vindo dela é de se esperar, Diana é muito inteligente mesmo. Ela também deve ter percebido que a Ursula não aparece nos livros da escola, os que listam alunos, mesmo tendo estudado junto da Croix, isso é obvio, ela aparece como Chariot. Mas sinto que a Diana vai descobrir a real identidade da Ursula antes dela contar para a Akko, e a Akko vai ficar sabendo sem ser pela Ursula, o que vai dar um clima ruim. É previsível e clichê isso, mas creio que ficará pros episódios finais.

Ver a Ursula lutando como Chariot, usando magia e golpes, somado a uma animação excelente, muito criativa, foi muito interessante. Essa cena, apesar de curta, foi extremamente empolgante. A trilha sonora desse episódio estava também muito boa, bem, digamos, "tecnológica", o que combinou muito com aquela parte da Croix.

Basicamente o que a Croix quer é a magia de restauração de mundos, porém ela não é a escolhida para isso, e não vai usar para o mesmo que a Akko vai se conseguir. Plot padrão de vilão querendo o mesmo que o mocinho para coisas diferentes, mas o bom da Croix é que ela não é exagerada como vilã, é uma pessoa normal e interessante.

No fim a Ursula contou a Akko sobre as palavras e o que elas fazem, mas não revelou ser a Chariot. Isso é algo que ficará para os últimos episódios mesmo. Mas ela não ter revelado faz todo sentido, já que a Akko quer reviver as palavras por achar que assim ela vai finalmente encontrar a Chariot. É obvio que em algum episódio ela vai ficar decepcionada em saber que a Chariot estava do lado dela o tempo todo, e tinha desistido de ser ela mesma.

Enfim, foi um episódio interessante para a história, e teve uma ótima animação, merecendo uma boa nota no geral.

Nota: 4/5

---------------------------------------------------------------------------------------------------------

Comentários de outros episódios: Link
Proxima Inicio